Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Três auditores são afastados da Receita suspeitos de cobrar propina

(foto: Altair Souza/Rede Massa) - Três auditores são afastados da Receita suspeitos de cobrar propina
(foto: Altair Souza/Rede Massa)

Mais três auditores fiscais foram afastados das funções na Receita Estadual do Paraná acusados de cobrança de propina.

O afastamento foi determinado por decisão da 3ª Vara Criminal de Londrina, após nova denúncia oferecida pelo Ministério Público em um desdobramento da Operação Publicano, que investiga um esquema de corrupção na Receita Estadual e desde março de 2015 já denunciou mais de 200 pessoas entre auditores fiscais e empresários.

Segundo a nova denúncia do MP, os três auditores afastados receberiam propina para liberar cargas em postos de fiscalização em rodovias da região. O montante arrecadado em propinas não foi divulgado. O processo corre sob segredo de justiça.

A ordem para o afastamento dos servidores, identificados como Nelson Dias Fonseca, Ovídio Ribeiro Filho e Waldir Quinteiro foi recebido pela corregedoria da Secretaria Estadual de Fazenda, que determinou a saída deles do cargo desde o dia 31 de outubro.

Eles ainda não haviam sido réus na Operação Publicano, que prossegue na fase de audiências. Estão marcados entre os dias 1º e 14 de dezembro os depoimentos da quarta fase da operação, que resultou na prisão de 47 pessoas.