Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Vândalos destroem unidade de saúde e atendimento é suspenso

Vândalos destroem unidade de saúde e atendimento é suspenso

Na manhã desta segunda-feira (5), os profissionais da Unidade Básica de Saúde (UBS) Roberto de Jesus Portela, no bairro Ronda, depararam-se com mais um ato de vandalismo. Os funcionários registraram a invasão e destruição de materiais de uso coletivo e individual. Além de roubo de remédios e depredação do patrimônio público, os vândalos defecaram, urinaram e tiveram relação sexual no local. Em apenas um ano, esse foi o 13º vandalismo na mesma UBS.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) já registrou vandalismo na UBS Sadi Silveira, localizado em Olarias, UBS Adam Polan, na região da Palmeirinha, entre outras. Todos esses atos geram um prejuízo anual de aproximadamente R$ 250 mil para consertos e reposição de materiais roubados e danificados.

“A comunidade deve se conscientizar da importância destas estruturas para a população. A unidade não é da prefeitura, da SMS, ela é dos moradores da região, da comunidade que necessita de atendimentos de saúde. Todos são responsáveis pelo zelo do imóvel. Este tipo de depredação prejudica a todos”, comenta o coordenador da Atenção Primária, Robson Xavier.

Hoje o atendimento será suspenso. Cerca de 150 pessoas deixarão de ser atendidas na UBS.

Colaboração Assessoria de Imprensa.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo