Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Veículo capota em estrada rural e homem fica preso às ferragens

(Foto:  Rafael Silvestrin/Tasabendo.com) - Veículo capota em estrada rural e homem fica preso às ferragens
(Foto: Rafael Silvestrin/Tasabendo.com)

Um homem de 47 anos ficou gravemente ferido após o veículo em que ele estava, capotar em uma estrada vicinal, entre os distritos de São Geraldo e São Vicente, no município de Araruna. A vítima não usava o cinto de segurança e teria batido no ombro do motorista, que acabou perdendo o controle da direção do automóvel Chevrolet Monza. A esposa do motorista também estava no carro, mas não se feriu. O acidente ocorreu na tarde de terça-feira (15).

O acidente foi registrado em uma curva da estrada, que possui grande quantidade de areia, o que acabou facilitando o acidente. “Essa estrada é perigosa por causa da areia. Por sorte minha esposa e eu usávamos o cinto de segurança e não ficamos feridos”, contou o motorista, de 49 anos.

Ele conta que pediu ao passageiro que prendesse o cinto de segurança, mas o homem não o obedeceu. “Ele não colocou o cinto, conforme eu havia pedido. O acidente aconteceu quando ele bateu no meu ombro, possivelmente quando tentava pegar o cinto, o que me fez perder o controle da direção. Ao ver que não conseguia manter o carro na estrada, desengatei a marcha e não pisei no freio, pois seria pior ainda”, contou o motorista.

O veículo capotou fora da estrada e o passageiro ficou preso às ferragens. O Corpo de Bombeiros de Campo Mourão foi chamado para fazer o resgate. A vítima, em estado grave, foi encaminhada ao Hospital Santa Casa de Campo Mourão.

O motorista contou que havia acabado de pegar o carro em uma oficina em Araruna e seguia para São Vicente, quando ocorreu o acidente. Como o casal usava o cinto de segurança, eles sofreram apenas ferimentos leves. “Foi um susto grande, ainda segurei ele (o passageiro), que poderia ter saído pelo para-brisas do carro”, disse.

Colaboração tasabendo.com.br