Gato é resgatado no Paraná com projétil alojado na coluna

Um gato que está com uma bala de arma de fogo calibre 22 alojada na coluna foi resgatado em Pitangueiras, município vizinho de Astorga. O animal foi encontrado na última semana na Avenida Sete de Setembro, deitado próximo a um bueiro, e precisa passar por uma cirurgia para extração do projétil.

O gato está sob os cuidados da Ellen Martins Vieira, membro dos grupos Amigo Animal de Pitangueiras e Amigo Quatro Patas de Astorga. “Uma criança, filho de uma vereadora de Pitangueiras, encontrou o gato próximo a um bueiro na hora do almoço. A vereadora então entrou em contato comigo, que faço parte de grupos de auxílio aos animais, para pedir ajuda, porque ela não sabia o que fazer”, relatou em entrevista ao GMC Online.

Após recolher o animal na quinta-feira, Ellen levou para uma clínica veterinária em Astorga. O gato ficou internado tomando soro e medicação para dor. O resultado do exame de raio-x saiu no dia seguinte, indicando paraplegia por conta de uma bala que acertou a medula e está alojada na coluna. De acordo com ela, a cirurgia para retirada do projétil precisa ser feita o quanto antes para que o animal pare de sentir dor. Para realizar o procedimento, que deve custar R$ 2 mil, Ellen está pedindo doações.

“O gato foi liberado e está na minha casa, mas precisamos arrecadar o dinheiro para a cirurgia de retirada da bala para parar de doer. Precisamos muito de ajuda para realizar esse procedimento. E também queremos justiça. Estamos atrás das câmeras de segurança daquela rua, pois ele foi acertado ali mesmo, não ia conseguir se locomover após o tiro”, destaca. O grupo informou que vai registrar boletim de ocorrência na delegacia da cidade.

As doações para ajudar na realização da cirurgia podem ser feitas por Pix. A chave é o número do CPF da Ellen Martins Vieira: 10411170945.

Informações do Portal GMC Online.