Massa News, notícias do Paraná e do Brasil

Curitiba, PR
Clima
18.7ºC
Massa News, notícias do Paraná e do Brasil

Influencer de Santa Catarina é vítima de estupro: “Levou um pouco da minha alma”

Redação

Redação

Uma influencer de Santa Catarna (SC) foi vítima de estupro nesta segunda-feira (9) em Joinville. Nina Tobal, de 20 anos, compartilhou o relato em suas redes sociais.


De acordo com a jovem, o crime aconteceu por volta das 16h30 na Avenida Hermann August Lepper, no bairro Saguaçu, um local movimentado de Joinville.

A influencer relatou que estava caminhando na avenida quando foi abordada por um homem. O suspeito puxou ela pelo braço, anunciou um assalto e a levou para trás de uma árvore, ameaçando a matar caso reagisse.

Veja também:

“Ele não levou nada material, mas levou um pouco da minha alma. Após ser empurrada contra a árvore, ele pegou no meu braço direito, próximo a minha cintura, tirou o órgão genital para fora. […] Fiquei calma, só queria que acabasse logo… e acabou, no tempo do relógio, mas para mim, foi uma eternidade”,

contou Nina, em seu relato.

Após o crime, o homem mandou ela seguir reto e não olhar para trás. A jovem acionou a polícia pelo telefone e foi atendida pelos policiais, que a encaminharam a delegacia da mulher.

“Faço esse relato a fim de alertar vocês, mulheres, que em pleno 2023, na luz do dia, em uma avenida movimentada, você não está segura. Fisicamente eu estou bem, mas isso fará parte de toda a minha história e eu vou fazer justiça, sou mulher, sou forte e sou corajosa, isso não vai ficar assim”,

escreveu Nina, no relato.

Veja o relato completo:

Suspeito de estuprar influencer é identificado

A Polícia Civil analisou mais de 100 câmeras de segurança da Avenida Hermann August Lepper e conseguiu identificar o suspeito, que já foi preso. O material genético, que estava na calça da vítima, foi colhido e encaminhado à polícia científica para a análise.

O homem não possuía histórico de passagens pela polícia e passará por uma audiência de custódia na tarde dessa quarta-feira (11). A delegacia classificou o crime como importunação sexual.

Colaboração/Portal SCC 10

Entre no grupo do Massa News
e receba as principais noticias
direto no seu WhatsApp!

Compartilhe essa matéria nas redes sociais

Ative as notificações e fique por dentro das notícias

Dá o play Assista aos principais vídeos de hoje
Colunistas A opinião em forma de notícia