Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Renan diz que não foi ouvido e que decisão não é definitiva

(Foto: PMDB Nacional/Fotos Públicas) - Renan diz que não foi ouvido e que decisão não é definitiva
(Foto: PMDB Nacional/Fotos Públicas)

DÉBORA ÁLVARES E RANIER BRAGON

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O senador Renan Calheiros (PMDB-AL) divulgou nota na noite desta segunda afirmando que o Supremo Tribunal Federal não o ouviu sobre seu afastamento e ressaltando que a decisão do ministro Marco Aurélio Mello é provisória.

Ele afirmou que só irá se manifestar após conhecer os argumentos do ministro.

"O senador consultará seus advogados acerca das medidas adequadas em face da decisão contra o Senado Federal. O senador Renan Calheiros lembra que o Senado nunca foi ouvido na Ação de Descumprimento de Preceito Fundamental e o julgamento não se concluiu", afirma a nota distribuída por sua assessoria.

A decisão de Marco Aurélio é liminar, ou seja, terá que ser analisada pelo plenário do STF.

Na noite desta segunda Renan estava reunido com congressistas na residência oficial da presidência do Senado, no Lago Sul de Brasília. Em seu lugar assumirá o vice, o senador de oposição Jorge Viana (PT-AC).

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo