Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Vice do Senado, Viana diz que discute nesta terça 'medidas adequadas'

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O senador Jorge Viana (PT-AC), primeiro vice-presidente do Senado, divulgou nota sobre a decisão Supremo Tribunal Federal (STF) de afastar o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência da Casa.

Viana, sucessor natural de Renan no comando do Senado, afirmou que foi "surpreendido" pela liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio Mello.

O petista, que se reuniu com Renan na residência oficial da presidência, disse que aguardará a notificação oficial do STF e que nesta terça (6) pretende se reunir com os integrantes da Mesa Diretora para definir "as medidas adequadas que devem ser adotadas".

O afastamento de Renan preocupa o governo de Michel Temer, que considera prioritária a votação no Senado da emenda do teto dos gastos públicos. O segundo turno está marcado para a semana que vem. O PT, partido de Jorge Viana, é contra o teto.

Auxiliares de Temer foram pegos de surpresa com a decisão. A estratégia do governo, diante deste cenário, é negociar com Viana a votação da emenda do teto.

Como forma de pressão, o senador Romero Jucá (PMDB-RR), líder do governo no Congresso, avisou que o calendário de votações está mantido, mesmo com a decisão do STF.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo