Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Apesar de luto oficial, Câmara mantém votação de pacote anticorrupção

(Foto: Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados) - Apesar de luto oficial, Câmara mantém votação de pacote anticorrupção
(Foto: Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados)

Apesar do luto oficial decretado por conta do acidente aéreo envolvendo a equipe do Chapecoense, a votação do pacote das medidas anticorrupção está mantida na Câmara dos Deputados. Alguns deputados chegaram a afirmar que não haveria clima para manter a pauta legislativa após a tragédia, outros parlamentares, porém, seguem articulando mudanças no projeto.

A sessão no plenário foi aberta por volta das 14h e o projeto é o primeiro item da pauta. Cabe ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciar a abertura da ordem do dia e dar início à votação. Para dar início à fase de votação é necessário a presença de, pelo menos, 257 deputados no plenário. Por volta das 16h, 165 parlamentares estavam no plenário.

Maia lamentou o acidente aéreo que deixou 75 mortos, entre jogares, jornalistas e tripulação. "Minha solidariedade ao Chapecoense e familiares das vítimas. Estamos todos consternados com esta tragédia", registrou em sua conta no Twitter.

Caixa 2. Após pressão das ruas, os deputados devem deixar de fora a chamada anistia ao crime de caixa 2 eleitoral. Haverá, no entanto,  a apresentação de emendas que poderão mudar o texto aprovado na comissão especial na semana passada, como a inclusão de juízes e integrantes do Ministério Público Federal entre os que podem ser processados por crime de responsabilidade. A medida é vista por procuradores como uma retaliação da Casa por conta das investigações da Operação Lava Jato.