Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Criação de cargo na Câmara de Ortigueira gera protestos

Criação de cargo na Câmara de Ortigueira gera protestos Criação de cargo na Câmara de Ortigueira gera protestos

A Câmara de Vereadores de Ortigueira (143 quilômetros de Ponta Grossa) foi alvo de protestos na última sexta-feira (18). Moradores lotaram a sessão dos vereadores contra um projeto da Mesa Executiva, que cria mais um cargo de confiança no Legislativo.

A revolta da população é com o salário para este cargo, que seria de R$ 6 mil reais – quase a mesma remuneração dos próprios vereadores, que recebem R$ 7,5 mil por mês. Por isso, o projeto ficou conhecido como lei do 12º vereador. Mesmo sob protestos, os vereadores aprovaram o projeto, que vai para votação final nesta segunda-feira.

O presidente da Câmara, Francisco Leonidas Carneiro – o Chico (DEM) -, disse não entender o motivo do protesto e alegou que não há aumento de gastos com o novo cargo. Segundo ele, dois cargos de assessores parlamentares com salários de R$ 4,6 mil serão extintos para compensar a nova despesa – esses cargos não eram ocupados atualmente. Chico também defendeu a necessidade do assessor executivo na presidência para representar a Câmara durante a ausência do presidente. O projeto foi protocolado pelo presidente da Câmara dois dias depois da eleição – o vereador autor do projeto não conseguiu se reeleger.

Via assessoria, a Prefeitura preferiu não se manifestou sobre o caso, alegando que o projeto é de iniciativa dos vereadores e não depende da sanção ou veto da prefeita.

Colaboração Tribuna da Massa.