Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Decidi apoiar convocação do plebiscito assim que voltar ao governo, diz Dilma

A presidente afastada da República, Dilma Rousseff, afirmou que decidiu apoiar a convocação de um plebiscito sobre novas eleições e também sobre reforma política se voltar ao poder. Ela considera a atual situação do Brasil muito delicada. Segundo a petista, essa é a única forma de reconquistar a governabilidade do País. "A base da governabilidade é política, e eu acho que a população tem de participar."

Mesmo assim, ela disse que não é possível que se continue criando partidos em vista do tempo de televisão e do fundo partidário. "Eu duvido que os 35 partidos do Brasil sejam programáticos", comentou em resposta a questionamento do senador Acir Gurgacz (PDR-RO).

Em breve pronunciamento, Acir Gurcacz, 21º senador inscrito para falar, perguntou à presidente afastada como ela pretende recompor a governabilidade caso seja absolvida pelos senadores no julgamento do processo de impeachment.

Dilma afirmou que, no governo de Fernando Henrique Cardoso, a maioria simples no Congresso se obtinha com três partidos, enquanto a maioria composta era formada por quatro partidos. No seu governo, essa relação passou para 14 e 20 partidos, respectivamente. "Isso traz um problema sério, um processo de fragmentação partidária que é responsável pela forte crise política, que afeta a governabilidade".

A presidente respondeu a críticas de que faltou diálogo ao seu governo. "Como conseguir dialogar de forma sistemática com 20 partidos? E olhe lá, porque dependendo há fragmentação dentro dos partidos, com segmentação regional ou por vários outros critérios".

Segundo Dilma, é quase incompreensível para muitos países do mundo entender como o nosso sistema político funciona. "A governabilidade vai passar por uma repactuação ou haverá instabilidade sistemática", alertou.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo