Confira as urnas eletrônicas que serão auditadas no 2º turno no Paraná

Neste sábado (29), a Comissão da Auditoria da Votação Eletrônica (CAVE) do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) realizou a cerimônia de sorteio e escolha das urnas eletrônicas que passarão pelo Teste de Integridade e pelo Teste de Autenticidade dos Sistemas no segundo turno das eleições 2022, que acontece neste domingo (30).

“De acordo com a legislação vigente, o TRE-PR deve promover a auditoria de 35 urnas eletrônicas, como foi feito no primeiro turno, com a presença de entidades fiscalizadoras e empresas de auditoria externa, e nenhuma irregularidade foi constatada”, declarou a juíza de Direito Dra. Luciani de Lourdes Tesseroli Maronezi, presidente da CAVE.

A procuradora eleitoral, Eloisa Helena Machado, afirmou que este ano houve um salto na quantidade e na qualidade das auditorias realizadas, com o aumento de urnas que passam pelo procedimento e com a transmissão ao vivo dos trabalhos. “A cada ano que passa acredito que o sistema eleitoral como um todo se reafirma”, declarou.

Na abertura, o presidente do TRE-PR, desembargador Wellington Emanuel Coimbra de Moura, reforçou que a Justiça Eleitoral não tem nada a esconder e sempre realizou os trabalhos com excelência. “Estamos demonstrando para o Estado do Paraná e para o Brasil que o voto do eleitor vai exatamente para quem ele escolher para nos representar”, disse.

A cerimônia é realizada em cumprimento às Resoluções do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nº 23.673/2021 e n°23.710/2022.

Cédulas

As cédulas de papel que serão utilizadas no Teste de Integridade foram preenchidas pelo corpo de cadetes da Polícia Militar do Paraná, estudantes universitários da UniDomBosco e do curso de Direito da Universidade Federal do Paraná (UFPR), indicados pelo Núcleo de Estudos em Direito Eleitoral (NEDEL).

Auditorias

As auditorias acontecem neste domingo, das 8h às 17h: 27 urnas terão a captação e contagem de votos verificados no Teste de Integridade e oito passarão pelo Teste de Autenticidade do Sistema, no próprio local de votação, para verificar se o sistema da urna eletrônica é o mesmo autorizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

O Teste de Integridade com 25 urnas eletrônicas acontecerá no edifício-sede do TRE-PR, realizado por servidoras e servidores do Poder Judiciário e do Ministério Público. Outras duas urnas eletrônicas passarão pelo mesmo teste na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), dentro do Projeto-Piloto com Biometria.

Transporte

Ainda neste sábado, as urnas sorteadas e escolhidas para o Teste de Integridade foram retiradas das seções eleitorais, onde já se encontram prontas para a eleição, e substituídas por outras com as mesmas informações. A votação nestes locais acontecerá normalmente em uma urna de contingência.

Equipes do TRE-PR estão a postos em cidades polo do estado para recolher por via terrestre os equipamentos que serão auditados. Conforme a necessidade, será usado deslocamento aéreo. Duas aeronaves da Receita Federal e uma da Polícia Rodoviária Federal foram disponibilizadas à Justiça Eleitoral. 

Ao chegarem a Curitiba, as urnas ficam sob a guarda da Polícia Federal no edifício-sede do TRE-PR até o início do Teste de Integridade, no domingo, às 8h. O ambiente será totalmente filmado e transmitido pelo Canal do TRE-PR no YouTube.

Urnas que serão auditadas

As entidades fiscalizadoras fizeram a indicação de cinco urnas. As demais foram definidas por sorteio. Confira a relação completa:

Seções auditadas na PUCPR

  • Seção 711 (177ª Zona Eleitoral – Curitiba)
  • Seção 707 (177ª Zona Eleitoral – Curitiba)

A pedido da chefe de cartório da 177ª Zona Eleitoral, Alexandra De Lima Bossardi, as entidades fiscalizadoras foram convidadas a acompanhar, no Fórum Eleitoral de Curitiba, a geração de nova carga em urna de contingência, bem como a retirada da urna oficial na PUCPR e a sua respectiva substituição.

Seções sorteadas e escolhidas para o Teste de Integridade

  • Seção 377 (143ª Zona Eleitoral – Cascavel)
  • Seção 306 (66ª Zona Eleitoral – Maringá)
  • Seção 359 (178ª Zona Eleitoral – Curitiba)
  • Seção 300 (199ª Zona Eleitoral – São José dos Pinhais)
  • Seção 035 (38 Zona Eleitoral – Boa Ventura de São Roque)
  • Seção 119 (92ª Zona Eleitoral – Goioerê)
  • Seção 98 (13ª Zona Eleitoral – Palmeira)
  • Seção 139 (141ª Zona Eleitoral – Roncador)
  • Seção 42 (32ª Zona Eleitoral – Palmas)
  • Seção 114 (182ª Zona Eleitoral – Balsa Nova)
  • Seção 130 (43ª Zona Eleitoral – Guarapuava)
  • Seção 377 (89ª Zona Eleitoral – Umuarama)
  • Seção 73 (11ª Zona Eleitoral – Rio Negro)
  • Seção 20 (173ª Zona Eleitoral – Terra Boa)
  • Seção 418 (155ª Zona Eleitoral – Piraquara)
  • Seção 90 (130ª Zona Eleitoral – Santa Izabel do Oeste)
  • Seção 107 (151ª Zona Eleitoral – São João)
  • Seção 61 (142ª Zona Eleitoral – Douradina)
  • Seção 28 (82ª Zona Eleitoral – Ribeirão do Pinhal)
  • Seção 18 (91ª Zona Eleitoral – Jardim Olinda)
  • Seção 353 (42ª Zona Eleitoral – Londrina)
  • Seção 101 (144ª Zona Eleitoral – Fazenda Rio Grande)
  • Seção 004 (54ª Zona Eleitoral – Sengés)
  • Seção 007 (192ª Zona Eleitoral – Maringá)
  • Seção 182 (183ª Zona Eleitoral – Farol)

Seções sorteadas e escolhidas para o teste de autenticidade dos sistemas

  • Seção 263 (174ª Zona Eleitoral – Curitiba)
  • Seção 31 (86ª Zona Eleitoral – Cruzeiro do Oeste)
  • Seção 032 (117ª Zona Eleitoral – Alto Paraíso)
  • Seção 048 (71ª Zona Eleitoral – Nova Esperança)
  • Seção 164 (98ª Zona Eleitoral – Ubiratã)
  • Seção 088 (058ª Zona Eleitoral – Bandeirantes)
  • Seção 173 (107ª Zona Eleitoral – Planalto)
  • Seção 017 (113ª Zona Eleitoral – Assis Chateaubriand)