Em breve pronunciamento Bolsonaro agradece votos, mas não fala sobre derrota nas urnas

Jair Bolsonaro realizou um breve pronunciamento na tarde desta terça-feira (1º), no Palácio da Alvorada, em Brasília. Essa foi a primeira vez que ele falou desde o resultado do segundo turno da eleição, na qual Luiz Inácio Lula da Silva foi eleito com 50,9% dos votos.

Bolsonaro iniciou o pronunciamento agradecendo os eleitores que votaram nele. “Nossa robusta representação no Congresso mostra a força dos nosso valores: Deus, pátria, família e liberdade”, afirmou.

Sem comentar diretamente sobre os protestos a favor dele, que ocorrem em estradas do Brasil, Bolsonaro falou sobre manifestações.

“As manifestações pacíficas sempre serão bem-vindas. Mas os nossos métodos não podem ser os da esquerda, que sempre prejudicaram a população, como invasão de propriedade, destruição de patrimônio e cerceamento do direito de ir e vir”.

Durante a breve fala, Bolsonaro alegou que seu governo superou a pandemia do coronavírus e as consequências de uma guerra. O presidente também afirmou que nunca falou em controlar e censurar as mídias.

Sobre o resultado das eleições, Bolsonaro não fez nenhum comentário.

Após a fala de Bolsonaro, o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, informou que foi autorizado pelo presidente a fazer o processo de transição de governo. Segundo ele, na quinta-feira (3) deve ser formalizado o nome de Geraldo Alckmin como o responsável pela coordenação do processo do lado de Lula.

Nogueira afirmou que irá aguardar essa formalização para cumprir a lei do Brasil.

Assista: