Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Em nota, Luiz Marinho diz que entrou com recurso e nega irregularidade em obra

A assessoria de imprensa do ex-prefeito de São Bernardo do Campo Luiz Marinho (PT) divulgou uma nota nesta terça-feira, 15, após a Justiça Federal determinar o bloqueio conjunto de R$ 76.156.646,22 de Marinho e de outras 15 pessoas em ação civil de improbidade administrativa sobre supostas irregularidades nas obras do Museu do Trabalhador. Quatro empresas também são alvo da medida.

Na nota, Marinho afirma "que já entrou com recurso pedindo a revisão da medida e tem certeza de que não houve nenhum desvio de recursos na obra do Museu do Trabalho e do Trabalhador".

A decisão, em tutela de urgência, é do juiz Carlos Alberto Loverra, da 1.ª Vara Federal de São Bernardo e foi proferida no dia 7 de dezembro de 2018. A medida leva em conta o valor corrigido do prejuízo sofrido pela prefeitura e, para definição do montante, também considera multa prevista na Lei de Improbidade Administrativa.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo