Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Escolas estaduais não serão mais locais de votação em Curitiba, Maringá e Ponta Grossa

(Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas) - Escolas estaduais não serão mais locais de votação no segundo turno
(Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas)

As escolas estaduais de Curitiba, Maringá e Ponta Grossa não serão mais locais de votação durante o segundo turno, marcado para o domingo (30) da próxima semana. A Justiça Eleitoral divulgou nesta sexta-feira (21) que as escolas foram trocadas, independentemente de estarem ocupadas ou não.

“Em virtude da ocupação das escolas da rede pública estadual, todos os eleitores que votam em escolas estaduais, ocupadas ou não, terão seus locais de votação transferidos para a eleição de segundo turno, a ser realizada neste dia 30 de outubro”, anunciou o órgão.

A mudança vai atingir 700.315 eleitores, 205 locais de votação e 2.184 seções eleitorais, com um custo adicional de R$ 3 milhões – o valor original para as eleições deste ano é de R$ 22.2 milhões. “Essa ação se fez necessária para garantir que a eleição de segundo turno aconteça sem transtornos nos três municípios envolvidos”, comunicou o TRE.

Eleitores atingidos

Paraná: 700.315

Curitiba: 533.733

Maringá: 102.526

Ponta Grossa: 64.056


Locais de votação alterados

Paraná: 205

Curitiba: 146

Maringá: 32

Ponta Grossa: 27

O TRE-PR disponibilizou aos eleitores seis canais de divulgação dos novos locais de votação: