Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Governador eleito: Ratinho Junior fala sobre vitória e futuro

Ratinho Junior, foi eleito neste domingo (7), o novo governador do Paraná. Com mais de 7,9 milhões de votos, ele foi a opção de cerca de 60% dos eleitores no estado. Nesta segunda-feira (8), o político visitou o Grupo Massa, emissora da família, pela primeira vez como governador eleito.

Em entrevista ao programa Tribuna da Massa, Ratinho Junior recebeu a homenagens dos pais, amigos e colaboradores da emissora. Emocionado, o governador agradeceu o apoio de todos os eleitores contra os nomes tradicionais da política paranaense.

“A minha missão agora é fazer um bom trabalho e não decepcionar todas as pessoas que me apoiaram nessa vitória”, declarou.

Momento Especial

Durante a participação no programa, Junior assistiu aos depoimentos dos seus familiares, que trouxeram as suas características  não só como político, mas como ser humano. “Humilde”, “Apaixonado pelo povo”, “Comprometido com causas humanas” foram algumas das palavras ditas pelos pais, irmãos e esposa.

Emocionado, Ratinho falou sobre a família unida, que sempre o ajudou, em todas as circunstâncias. Sobre a mãe, ele a definiu como uma “mulher brasileira”, um alicerce, com uma força incrível. Como irmão mais velho, enalteceu a responsabilidade de cuidar dos irmãos e ser um exemplo a ser seguido. Ratinho não reclamou desse peso, mas afirmou que sempre admitiu os novos desafios, mesmo criança.

A esposa, discreta em toda a campanha, também recebeu uma declaração do companheiro, que elogiou a sua capacidade de estar sempre junto, por ser uma mulher única, parceira e ótima mãe.

A nova gestão

Ratinho Junior é um dos governadores mais jovens eleitos no Paraná. Sobre a campanha, ele defendeu que o trabalho foi árduo até os últimos dias. 

Sobre Rafael Greca, o governador alegou que irá governar para todo o estado. Junior não vê motivos para disputas ou problemas. 

“A Política hoje tem que ser em favor do povo. O brasileiro precisa de uma nova política, com uma união, entre senadores, prefeitos e, principalmente, o povo”, defendeu.

Ratinho também explicou a sua função como governador, de converter alianças em produções, e oferecer aos moradores, rendas e políticas públicas que favoreçam o bem-estar da comunidade. Durante a entrevista, ele também falou de 

Corrupção e gestão pública

“Quero transformar o Paraná em exemplo no combate à corrupção”. Com a tecnologia e a inovação, o governador apontou que tem o compromisso de firmar essa missão, com um “compliance” de uma equipe qualificada, por meio de medidas administrativas. Além disso, a proposta é trazer investidores internacionais, de diversos lugares do mundo, para dificultar um monopólio, ou corrupção com uma grande empresa, como na Lava Jato.

Segurança

É necessário investir em tecnologia, e na contratação de policiais. Ratinho defende que a população se sente mais segura na presença dos agentes, portanto, a presença deles é obrigatória. O governador também apontou novos projetos, como a Cidade da Polícia, o Projeto Muralha na fronteira, e o Escola Segura.

Educação

É prioridade da gestão investir em novos programas educacionais, que favoreçam o contato dos alunos com políticas internacionais e formações específicas. Ratinho também lembra da necessidade de alimentar os estudantes, que têm o aprendizado prejudicado em situações de fome. Para o governador, o projeto dos sonhos é implantar um plano de educação integral à longo prazo.

Economia na gestão

Junior representa uma nova política: a que trata o dinheiro público com muito respeito. Junior lembra dos privilégios, auxílios e bolsas para políticos que poderiam ser investidos em outros setores. Para ele, é preciso favorecer os eleitores, que trabalham e tem direito a educação, saúde, moradia e serviços de qualidade.

Pedágios

O governador afirmou que irá apresentar uma nova concessão de pedágios, com um contrato mais barato, que favoreça o morador. Além disso, as obras também devem ser executadas no início da gestão, para que os paranaenses não paguem por duplicações ou serviços que só sejam concluídos no fim da gestão.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo