Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Impeachment não é um golpe e direito de defesa está sendo assegurado, diz Marina

A ex-ministra e líder do partido Rede Sustentabilidade, Marina Silva, voltou a defender neste sábado, 27, que "impeachment não é um golpe" e está "previsto na nossa Constituição". Em mensagem no Facebook, Marina ressaltou que o processo está sendo conduzido pelo próprio presidente do Supremo, "dando demonstração de que o amplo e legítimo direito de defesa está assegurado".

Ao criticar PT e PMDB, a líder da Rede Sustentabilidade reiterou, como em comunicações recentes, que o impeachment tem a legalidade, mas não alcança a finalidade. "O PT e o PMDB praticaram juntos os mesmos abusos, os mesmos crimes", afirmou. "Existem lideranças do PT que estão sendo processados e algumas até presas, e igualmente temos a mesma situação em relação a lideranças do PMDB", apontou.

Marina também defendeu a cassação da chapa Dilma-Temer e a convocação de nova eleição, "com base nas provas que estão sendo produzidas pela Lava Jato - de que o dinheiro do petrolão foi utilizado para fraudar as eleições de 2014". Para ela, é preciso, dar "sentido de urgência ao processo que tramita no TSE (Tribunal Superior Eleitoral)".

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo