Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Maringá foi primeiro município do BR a conhecer resultado do 2º turno

Ulisses Maia foi anunciado prefeito às 17h31 (Foto: Divulgação) - Maringá foi primeiro município do BR a conhecer resultado do 2º turno
Ulisses Maia foi anunciado prefeito às 17h31 (Foto: Divulgação)

Balanço do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostra que Maringá foi o primeiro município do Brasil, entre os 57 onde ocorreu o segundo turno, a saber o resultado das eleições municipais. Às 17h31, Ulisses Maia (PDT) foi apresentado como novo prefeito a partir de janeiro de 2017.

Durante o segundo turno, 826 urnas eletrônicas foram substituídas e não houve votação manual no país. Também não foram registradas prisões de candidatos, mas 94 pessoas foram detidas em ocorrências diversas, como ‘boca de urna’, com 61 prisões.

As abstenções no Brasil somaram 24,55% do eleitorado apto, os votos brancos totalizaram 936.804 (4,28%) e nulos foram 2.713.173 (12,41%). “Onde temos biometria, temos um índice menor de abstenções do que ocorre onde não há biometria. Por isso, estamos fazendo um esforço para universalizá-la em todo o país, o que dará mais confiabilidade aos dados”, enfatizou o ministro Gilmar Mendes.

Doações

Os candidatos que disputaram as eleições municipais deste ano arrecadaram R$ 2,8 bilhões em doações para as campanhas eleitorais. Desse montante, R$ 458.378.108,44 foram recebidos pelos candidatos que disputaram o segundo turno. O total de gastos superou R$ 2,7 bilhões. Os números ainda podem sofrer alteração, pois a prestação segue até meados de novembro.

Os valores declarados nas eleições municipais de 2016 (R$ 2,4 bilhões) são inferiores aos de 2012, quando candidatos, partidos e coligações arrecadaram em doações mais de R$ 6 bilhões.

Custo

O ministro Gilmar Mendes anunciou que 157.548 urnas eletrônicas foram disponibilizadas para a segunda etapa das eleições, sendo 90.541 para uso efetivo e 67.007 em contingência. Cada equipamento custou aproximadamente R$ 2.218,32. O valor total estimado das Eleições Municipais 2016 ficou em R$ 650 milhões (1º e 2º turnos), o que representa que o voto de cada eleitor custou aproximadamente R$ 4,50.

Colaboração TSE