Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

PF deflagra Pão e Circo contra compra de votos em Serranópolis (GO)

A Polícia Federal deflagrou nesta segunda-feira, 24, a Operação Pão e Circo contra compra de votos e captação ilegal de eleitoral em Serranópolis, Goiás. Em nota, a Federal informa que as investigações apontam para a existência de um esquema que usava doação de cestas básicas, combustíveis, pagamento de contas de água e energia para 'fidelizar eleitores'.

O esquema mirava em eleitores de determinados candidatos no 1º turno, em 2 de outubro. Segundo a PF, a ação do grupo configura compra de votos,

"Restou evidenciado também o uso indevido de CPFs de eleitores em prestações de contas eleitorais", diz a PF.

Serranópolis fica a cerca de 370 quilômetros de Goiânia.

São cumpridas 11 ordens judiciais expedidas pela 18ª Zona Eleitoral de Jataí, em Goiás - dois mandados de prisão preventiva e nove de condução coercitiva, quando o investigado é levado para depor e liberado.

Os investigados foram indiciados pela prática de captação ilegal de sufrágio (compra de votos) e falsidade ideológica eleitoral, previstos nos artigos 299 e 350 da Lei 4.737/65 (Código Eleitoral).

O nome da Operação, afirma a Federal, faz alusão à política denominada Pão e Circo (manipulação de massas) que foi uma expressão utilizada pelo poeta romano Juvenal em 'Sátira', como forma de ilustrar o controle do povo pelos imperadores romanos através do fornecimento do pão (distribuição de trigo) e do circo (espetáculos).