Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Plano de Recuperação de Curitiba em debate na Câmara Municipal

(Foto: Chico Camargo/CMC) - Plano de Recuperação de Curitiba em debate na Câmara Municipal
(Foto: Chico Camargo/CMC)

Três secretários municipais de Curitiba participaram de um encontro com os vereadores para discutir o Plano de Recuperação proposto pela prefeitura. Também acompanharam a reunião desta quarta-feira (19) sindicatos que representam os servidores.

A proposta é considerada polêmica entre as categorias. A Prefeitura de Curitiba apresentou 12 projetos de lei para cobrir o déficit orçamentário que chega a R$ 2,1 bilhões. O objetivo é reequilibrar as contas e criar, a médio e longo prazo condições de retomada de investimentos.

Quem discutiu as propostas com os vereadores e sindicalistas foram os secretários municipais Vitor Puppi (Finanças), Luiz Fernando Jamur (Governo) e Carlos Calderon (RH e Administração). “Quero assegurar que o conjunto de medidas que propusemos tem como objetivo viabilizar o pagamento dos compromissos da Prefeitura em dia. Todas as medidas são muito racionais”, afirmou o secretário de Finanças.

Números

De acordo com a administração municipal, para cobrir o déficit de R$ 2,1 bilhões seriam necessários dois anos de toda a arrecadação municipal com ISS ou quatro anos de IPTU. A proposta prevê também cortes no pessoal e no custeio, explicaram os secretários.

As proposições do Plano de Recuperação serão liberadas para as comissões temáticas do Legislativo nos próximos dias. “Foram elaborados quadros comparativos, mostrando o que muda na legislação, para facilitar o debate. As reuniões com a liderança do prefeito ocorrem todos os dias, para garantir que haja debate técnico, sem pedido de urgência e com participação da sociedade”, comentou o presidente da Câmara de Vereadores, Serginho do Posto.

A íntegra do debate está disponível no no canal da Câmara Municipal de Curitiba no Youtube.

Colaboração Prefeitura de Curitiba e Câmara Municipal de Curitiba