Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

PM apreende objetos proibidos em manifestação em Brasília

Arco e flecha, paus de bandeira, máscaras e até um garfo. Esses foram alguns dos objetos apreendidos pela Polícia Militar hoje de manifestantes que chegavam à Esplanada dos Ministérios para acompanhar a votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff. Segundo o coronel Jesiel da Polícia Militar do Distrito Federal, os manifestantes têm colaborado quando são interceptados e entregam os objetos proibidos hoje. Ele lembrou que a entrada de ciclistas está liberada no local.

O coronel Jesiel é responsável pela organização de um cordão de policiais da PM que faz a vistoria dos manifestantes favoráveis ao governo Dilma Rousseff, pouco abaixo do Teatro Nacional, no começo da Esplanada dos Ministérios. Segundo ele, um outro cordão está localizado do lado da rodoviária e é por esses policiais que devem passar primeiro os manifestantes pró-governo que descem do Estádio Nilson Nelson.

O policial disse que não tem expectativa de quantas pessoas devem vir em grupo, mas a PM já informou inicialmente que se tratam de mais de 6 mil

Manifestantes. O grupo contrário ao impeachment já deixou a concentração no ginásio Nilson Nelson e caminha em direção à Esplanada.

À medida que se aproxima o horário da votação na Câmara dos Deputados, começa a aumentar o número de manifestantes também do lado favorável ao impeachment. Organizadores falam em um "tsunami verde amarelo" para pressionar os parlamentares a votarem a favor do impedimento.

Enquanto representantes de movimentos sociais e agrários marcham rumo à Esplanada dos Ministérios, o lado contrário ao governo foi reforçado pela organização de setores agrícolas de várias partes do País, com entidades como a Confederação Nacional da Agricultura (CNA). Os integrantes da CNA montaram acampamento perto da Esplanada e se movimentam na direção do carro de som montado pelo movimento "Vem pra Rua" próximo ao Congresso Nacional.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo