Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Prefeito de Sarandi é expulso do PDT por apoiar candidato do PP

Diretório municipal foi dissolvido (Foto: Divulgação) - Prefeito de Sarandi é expulso do PDT por apoiar candidato do PP
Diretório municipal foi dissolvido (Foto: Divulgação)

O diretório estadual do Partido Democrático Trabalhista (PDT) dissolveu o diretório municipal de Sarandi e expulsou o atual prefeito Carlos Alberto de Paula. Isso porque ele gravou um vídeo pedindo votos para Sílvio Barros (PP), rival do candidato do PDT, Ulisses Maia, que foi eleito, à prefeitura de Maringá.

O partido defendeu que houve afronta à ética, por isso, determinou a saída de Paula. Nesta quinta-feira (3), o prefeito soltou uma nota em que apresenta seus argumentos pelo apoio ao candidato do Partido Progressista.

“Fui expulso do partido por apoiar Silvio Barros do PP, partido que mais liberou recursos para Sarandi na minha administração. Se assim não fizesse, aí sim seria traição. Saio do partido de cabeça erguida, esperando que o prefeito eleito de Maringá, Ulisses Maia, possa ter mais respaldo e respeito do que eu tive do Partido Democrático Trabalhista.”

Ulisses Maia venceu Sílvio Barros com 58,88% dos votos válidos, maior votação de um prefeito em Maringá.