Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

STF adia julgamento de pedido de liberdade de Marcelo Odebrecht

O Supremo Tribunal Federal (STF) adiou, nesta terça-feira, 5, a análise do pedido de liberdade de Marcelo Odebrecht, preso em junho do ano passado por envolvimento no esquema de corrupção investigado pela Operação Lava Jato. O adiamento ocorreu porque nem todos os ministros estavam presentes à sessão da 2ª Turma do Supremo.

O habeas corpus de Odebrecht havia sido pautado para julgamento pelo relator da Lava Jato na Corte, o ministro Teori Zavascki. Com a ausência do ministro Celso de Mello, no entanto, o colegiado decidiu adiar a análise do caso, que pode voltar à pauta na semana que vem.

Considerado um dos maiores empresários do País, Marcelo Odebrecht foi condenado no mês passado pelo juiz Sérgio Moro a 19 anos e 4 meses por corrupção, lavagem de dinheiro e associação criminosa. Ele está preso em Curitiba.

A apreciação de outros dois habeas corpus relativos a ex-diretores da Odebrecht também foi adiada. Estava previsto nesta terça-feira, 5, o julgamento relativo ao caso de Márcio Faria da Silva e de Rogério Araújo.

Em janeiro, em uma decisão monocrática, o presidente STF, Ricardo Lewandowski, havia negado o pedido de liberdade de Marcelo Odebrecht. Para o ministro, o empresário poderia obstruir as investigações da Operação Lava Jato caso fosse solto na época.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo