Suspeito de atirar duas pessoas da mesma família em velório confessa o crime em Maringá

O principal suspeito de atirar contra dois primos que estavam em um velório se apresentou e confessou o crime na delegacia da Polícia Civil de Maringá na sexta-feira (4).

Samuel Santiago, de 27 anos, afirmou que cometeu o crime em legítima defesa no Cemitério Municipal de Maringá. O rapaz relatou que teria entrado em luta corporal contra os primos que estavam armados e durante a confusão, atirou nos dois familiares.

O caso tem relação com a vítima que estava sendo sepultada, de 19 anos. O jovem foi baleado no lugar do irmão, que era o ‘alvo’ dos atiradores.

No enterro do rapaz, os suspeitos foram ao local para atirar contra o outro irmão, porém, os dois primos foram atingidos.

Um dos primos morreu no local e o outro ficou gravemente ferido. O Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) foi ao local para atender a ocorrência.