Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

4º Congresso Paranaense de Cidades Digitais começa nesta quinta em Maringá

Evento discute ações para impulsionar desenvolvimento socioeconômico (Foto: Prefeitura de Maringá) - 4º Congresso Paranaense de Cidades Digitais começa nesta quinta
Evento discute ações para impulsionar desenvolvimento socioeconômico (Foto: Prefeitura de Maringá)

Maringá sedia nesta quinta (24) e sexta-feira (25) a quarta edição do Congresso Paranaense de Cidades Digitais, que trata sobre tecnologias da informação e comunicação na administração pública, além de ações que podem impulsionar o desenvolvimento socioeconômico.

O evento que acontece na Unicesumar vai reunir prefeitos, gestores e vereadores, além de representantes de mais de 150 localidades e diversas autoridades, como o diretor do Departamento de Inclusão Digital do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Américo Bernardes, o diretor do Departamento de Monitoramento e Avaliação do SUS (DEMAS) do Ministério da Saúde, Joaquim Costa Júnior, e o coordenador de Ciência e Tecnologia do Paraná, Evandro Razzoto.

“Diante do cenário econômico atual, as cidades digitais e inteligentes se tornam mais atrativas para empresas. O cidadão também, cada vez mais digital, cobra mais agilidade e eficiência do poder público. Por este motivo e pela necessidade de modernização das prefeituras é que gestores estão buscando soluções e informações sobre como aprimorar os serviços públicos por meio da tecnologia”, analisa o diretor da Rede Cidades Digitais, José Marinho. 

O congresso é gratuito para servidores públicos e novos eleitos. As inscrições podem ser feitas pelo site do congresso até as 17 horas desta terça-feira (22). 

Melhor cidade para empreender 

Maringá é a melhor cidade do Paraná para empreender de acordo com o Índice de Cidades Empreendedoras 2016, elaborado pela Endeavor. O município subiu duas posições; era a 11ª do país e agora é a 9ª. No indicador "cultura empreendedora", é a segunda do Brasil. 

Colaboração Assessoria de Imprensa