Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Itaipu participa de Seminário Nacional de Distribuição de Energia

Foto: Assessoria - Itaipu participa de Seminário Nacional de Distribuição de Energia
Foto: Assessoria

A Itaipu Binacional participa do Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica (Sendi), considerado o maior evento do segmento da América Latina, que teve início nesta segunda-feira (7) e continua até quinta (10), no Expotrade, em Pinhais (PR), região metropolitana de Curitiba. O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, abriu o encontro, na noite dessa segunda-feira (6). O diretor-geral brasileiro da Itaipu, Jorge Samek, e a diretora financeira executiva, Margaret Groff, participaram da solenidade.

Entre os principais temas debatidos no seminário estão inovação, ética, gestão regulatória e clientes. Além do seminário, Itaipu também participa da feira, que ocorre paralelamente ao evento, com um estande.

Na abertura do seminário, Samek ressaltou que o Brasil está passando por uma verdadeira transformação na área de energias renováveis. A hidroeletricidade, energia limpa e renovável, corresponde a 66% da matriz elétrica brasileira, e outras fontes limpas, como a eólica, estão em franco crescimento. Em 2008, a geração eólica era de apenas 247 MW. Em 2015, saltou para 5.833 MW, um salto de 2.261%.

Outra fonte renovável que cresceu muito, nos últimos sete anos, foi a geração a partir da biomassa. No total, passou de 4.193 MW em 2008 para 12.415 MW em 2015, um aumento de 196%. Itaipu contribui para isso com parcerias e investimentos em projetos pioneiros na região próxima à usina. Parte da frota da usina é abastecida hoje com gás biometano. A matéria-prima vem do Oeste paranaense.

Desde setembro, o Brasil é signatário do Acordo de Paris, compromisso internacional para reduzir emissões de gases de efeito estufa na atmosfera. O País assumiu o compromisso oficial de cortar as emissões em 37% até 2025 e em 43% até 2030, tendo como base o ano de 2005. “A geração de energia tem um papel fundamental nesse compromisso e nossa matriz limpa e renovável nos coloca na vanguarda do desenvolvimento”, concluiu Samek.

Participações

Participaram também da abertura do evento o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior; o presidente da Copel, Luiz Fernando Leoni Vianna; o presidente da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino; o presidente da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), Nelson Fonseca Leite; a vice-governadora do Paraná, Cida Borghetti; e representantes das principais concessionárias de energia do País.

Programação do Sendi

A expectativa da organização do Sendi é reunir cerca de 2 mil lideranças do setor de distribuição de energia elétrica. Composto por painéis com debates e apresentação de trabalhos técnicos, o encontro é promovido pela Abradee e coordenado pela Copel.

Eólica em debate 

O debate passa também pela diversificação de fontes de geração de energia frente à crescente demanda nacional por energia, por meio de fontes alternativas e renováveis, como a geração eólica. Nesta edição, 776 trabalhos técnicos também foram inscritos, dos quais 200 foram selecionados para serem apresentados em sessões técnicas e 80 em formato de pôster.

História do seminário

Realizado desde 1962, o seminário é considerado o maior evento do setor na América Latina. Ao longo de 21 edições, realizadas em 12 cidades diferentes, já reuniu mais de 22 mil participantes, além de presidentes da República, governadores, ministros de Estado e representantes das maiores distribuidoras públicas e privadas do País. Parâmetro no processo de modernização do setor e na apresentação de inovações da área, o Sendi já teve ao longo de sua história a exposição de mais de 3 mil contribuições técnicas e mais de 200 diferentes temas abordados.

Colaboração: Assessoria