Tecnologia do Paraná ajuda lojistas a vender mais no fim do ano

As confraternizações do final do ano tornam-se oportunidades para a troca de presentes e, consequentemente, em bons negócios para os comerciantes. No universo virtual não é diferente. Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) 70% dos pequenos negócios vendem digitalmente.

vender-mais-fim-do-ano
Foto: Divulgação/Freepik

Contar com plataformas que automatizem esses processos podem auxiliar os empresários a aumentar as vendas. E, porque não falar em Inteligência Artificial (IA) como uma forte aliada?

Em um caso recente, ela auxiliou a aumentar em 27% a taxa de conversão de vendas em apenas quatro semanas em um e-commerce paulista de moda.

Foi o caso da We Happy Shop, loja virtual que utilizou recursos IA para enviar mensagens para uma carteira de 40 mil clientes ativos de modo automático e com hiperpersonalização via WhatsApp. Além disso, executou ações de recuperação de carrinho abandonado, cobranças automáticas, pós-vendas e ações de fidelização com o envio de cupons de desconto.

“Conseguimos otimizar todo o trabalho de prospecção, de recompra. Além disso, outro grande benefício foi a economia de tempo: para enviar mensagem para mais de 40 mil clientes manualmente era impossível, mesmo trabalhando 8 horas por dia com a equipe de mais de 30 pessoas”, destaca Fabiano Santos de Oliveira, CEO da We Happy Shop.

“Hoje, enviamos mais de mil mensagens sem necessidade de equipe para isso. Atrelados a outras soluções envolvendo a IA, conseguimos controlar e atender de forma automatizada e centralizada todos os clientes com os nossos departamentos e vendedores”, completa.

“Bastam apenas 15 minutos para treinar os robôs que fazem o atendimento via WhatsApp. Também existem ferramentas que integram todos os canais de comunicação [E-mail, redes sociais, aplicativos de mensagem, chat em sites, ect] e geram pagamento automático em pix”, ressalta Miriã Plens, CMO do grupo IRRAH, criadora da plataforma utilizada pela loja de São Paulo. As soluções da startup são utilizadas por mais de 25 mil usuários em 50 países, e destinadas para gestão de lojas web e sistemas de PDV web.

Segundo Miriã, somente no menu da IRRAH, existem pelo menos seis ferramentas para a otimização das vendas. Elas podem ajudar na gestão de lojas físicas; ainda, automatizar, padronizar e nutrir o atendimento via WhatsApp; disparar campanhas de marketing simultaneamente; organizar as vendas nas redes sociais; unificar atendimentos, eliminando ruídos e a dependência de vários canais de comunicação (como e-mail, chamadas, textos, wikis, aplicativos) e; garantir a construção de bot’s de atendimento e notificações por WhatsApp.

Tudo isso, garante a CEO, para transformar o negócio em um ecossistema realmente ativo e com resultados.

“Estamos nos aproximando de um grande momento para as empresas que conseguem fazer negócios virtualmente: é hora de aproveitar que o mercado oferece, preparar o estoque, o atendimento e a logística, e mais do que isso, investir em estratégias de marketing digital para crescer”, destaca Miriã Plens, CMO do grupo IRRAH.

Entre no grupo do Massa News
e receba as principais noticias
direto no seu WhatsApp!
ENTRAR NO GRUPO
Compartilhe essa matéria nas redes sociais
Ative as notificações e fique por dentro das notícias
Ativar notificações
Dá o play Assista aos principais vídeos de hoje
Colunistas A opinião em forma de notícia
Alisha
Alorino
Antônio Carlos
Bianca Granado
Camila Santos
Edvaldo Corrêa
Elaine Damasceno
Fabiano Tavares
Gabriel Pianaro
Giselle Suardi
Guilherme C Carneiro
Mateus Afonso
Mauro Mueller
Oseias Gomes
Papai em Dobro
Tais Targa