Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Parque das Aves adere ao “Diz Nacional de Urubuzar” em apoio a conservação da fauna brasileira

Parque das Aves adere ao “Diz Nacional de Urubuzar”

Uma das maiores causas de mortes de animais silvestres no Brasil é o atropelamento, com mais de 475 milhões de animais mortos em estradas por ano, superando a caça ilegal, o desmatamento e a poluição.

Para combater este problema, neste domingo (13), foi realizado no Parque das Aves, o Dia Nacional de Urubuzar, uma das maiores campanhas de conservação de fauna do Brasil, na qual 115 instituições em todo o país prepararam atividades para divulgar o Sistema Urubu e conseguir o maior número de usuários possível.

No Parque, o departamento de Educação Ambiental desenvolveu uma exposição ao ar livre ressaltando a importância do projeto. O Sistema Urubu é um aplicativo para celular desenvolvido pelo Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas (CBEE) que permite que qualquer pessoa registre informações sobre atropelamentos de fauna silvestre.

O registro é muito simples e basta que se tenha o aplicativo no smartphone (disponível gratuitamente para Android e iOS). Quando a pessoa encontrar um animal atropelado, pode tirar uma foto com o aplicativo e o CBEE analisará os dados dos pontos vulneráveis para propor mudanças no local e reduzir os atropelamentos.

O Departamento de Educação Ambiental do Parque das Aves que trabalha para sensibilizar adultos e crianças sobre a importância de proteger a fauna e flora brasileiras, organizou um grande evento que contou com:

  • Divulgação de campanhas de conservação de algumas espécies vítimas de atropelamentos.
  • O cantinho da arte, onde as crianças puderam desenhar e pintar máscaras de animais das campanhas e paisagens com corredores e proteção de animais em rodovias.
  • Circuito interativo, onde o visitante pode interagir com um cenário que representará uma rodovia com várias barreiras físicas e placas de trânsito.
  • Divulgação do Sistema Urubu, com entrega de adesivos da campanha e possibilidade de entender como ele funciona.

No final da exposição, houve também uma pesquisa para determinar qual foi a impressão das pessoas, se elas se sentiram motivadas a baixar o aplicativo para se juntar à campanha, reduzindo a velocidade do veículo ou contribuindo com políticas públicas que protejam a fauna brasileira contra atropelamentos.

Colaboração: Assessoria