Veja a programação de curtas da Mostra Animadonas da Cinemateca de Curitiba

Mais de 25 animações entram em cartaz na Cinemateca de Curitiba nesta segunda-feira (31). A mostra acontece a partir das 19h e recebe o nome de Animadonas e conta com curtas-metragens dirigidos por mulheres. As exibições são gratuitas e seguem até sábado (05), exceto no feriado de Finados (2).

Segunda-feira (31), às 19h

Ausência
O primeiro filme exibido é o curta Ausência, de Alexia Araujo. A obra de 2020 conta a história de Helena, que só sente a presença de uma coisa: a ausência de Marília. A classificação é 12 de anos.

Batchan
O curta de 5 minutos tem direção assinada por Ester Harumi Kawai, e conta a história de uma garotinha nipo-brasileira que tenta aprender a conversar  com sua avó surda. O filme é de 2020 e tem classificação livre.

Cenas da Infância
Com direção de Kimberly Palermo, a animação de 2021 conta a história de um jovem rato que na infância tardia vive a vida perfeita, até que uma noite de insônia muda tudo. A classificação é de 16 anos.

Mind Duck
A animação de 2022 conta a história de uma menina que acorda em um lugar inusitado e recebe uma ajuda especial de um pato gigante. Então ela mergulha em uma insana viagem ao ritmo de “Uma Pequena Serenata à Noite” de W. A. Mozart. O filme tem direção de Lilly Nogami e classificação Livre.

Morte/ Trem Fantasma
2020. Direção: Fernanda Tavares
Classificação: 14 anos. 

Muda
O curta de 7 minutos conta a história de Ana, uma garotinha tranquila que carrega sua mochila para todo lugar com seus brinquedos para nunca perdê-los. Porém, ao ter que lidar com a mudança para sua casa nova, ela precisa aprender a desapegar de muitas coisas queridas e enfrentar o medo do desconhecido. O filme é de Isabella Pannain e tem classificação livre.

Oríkí
2020 | 06’
Direção: Pâmela Peregrino
Classificação: Livre

Tá Foda
2019 | 04’
Direção: Aline Golart, Denis Souza, Fernanda Maciel, Icaro
Castello, Ligia Torres, Victoria Alves
Classificação: 10 anos

Vida Dentro de um Melão
O filme tem 18 minutos e é o último de segunda-feira. O curta-metragem conta a história de uma garota que filma o seu redor. Fantasiada de bicho, o desconhecido te assopra quando o coração quer voar. A direção é de Helena Frade e a classificação Indicativa é livre.

Terça-feira (1º), ás 19h

MOSTRA ANIMADINHAS
Filmes para o público infantil

Ewé de Òsányín: O Segredo das Folhas
Uma animação musical que conta a história de um menino que nasce com muitas folhas pelo seu corpo e é perseguido pelos colegas de escola. Um dia ele foge para uma mata onde encontram vários seres encantados. O curta tem 22 minutos e é dirigido por Pâmela Peregrino. A classificação indicativa é livre.

Meu Nome é Maalum
2021 | 07’
Direção: Luísa Copetti
Classificação: Livre

Meu Quarto dos Sonhos
O curta de 4 minutos conta a história das irmãs gêmeas Ana e Hannah que batalham entre si para definir a decoração do quarto o qual dividem. A direção é de Letícia da Silva. A classificação é livre

Shazem!
2021 | 02’
Direção: Maiara Araújo
Classificação: Livre

Vivi Lobo e o Quarto Mágico
2019 | 13’
Direção: Isabelle Santos e E. M. Z Camargo 
Classificação: Livre

Vento Viajante
O último filme de terça-feira é uma animação de 6 minutos dirigida pelos alunos da rede pública municipal de ensino fundamental de Icapuí/CE com orientação de Analucia Godoi. A animação conta a história do vento, que um dia decidiu viajar para o sentido nordeste, fazendo diversas descobertas no caminho. Classificação Indicativa: Livre.

Quinta-feira (3), às 19h

MOSTRA ANIMADEUSAS
Filmes consagrados pelo público e pela crítica

Apneia
2019 | 15’
Direção: Carol Sakura e Walkir Fernandes
Classificação: 12 anos

Mãtãnãg, A Encantada
2019 | 14’
Direção: Shawara Maxakali e Charles Bicalho
Classificação: Livre

Poética de Barro
O curta de 6 minutos foi animado em stop motion e acompanha a saga de uma pequena criatura, que precisa sobreviver às vicissitudes da vida. O filme é de 2019 e tem direção de Giuliana Danza. Classificação Indicativa: Livre.

Guaxuma
2018 | 14’
Direção: Nara Normande
Classificação: 12 anos

Guida
2014 | 11’
Direção: Rosana Urbes
lassificação: Livre

Sexta-feira (4), 19h

Aurora – A Rua que Queria ser um Rio
2021 | 10’
Direção: Radhi Meron
Classificação: Livre

Mitos Indígenas em Travessia
2019 | 21’
Direção: Julia Vellutini & Wesley Rodrigues em colaboração com as comunidades da Aldeia Afukuri (Kuikuro), Aldeia São João (Javaé) e Aldeia São João (Kadiwéu)
Classificação: não recomendado para menores de 10 anos

Nonna
O curta de 2021 é dirigido por Maria Augusta V. Nunes e conta a história da pequena Ana e sua avó que vivem no campo e sofrem os efeitos provocados pelo uso de agrotóxicos na região. Já adulta, ao reencontrar a velha casa onde viveu sua infância, ela entende que a presença de sua avó ali é transcendental. A animação é tem 10 minutos e classificação livre.

Solitude
2021 | 13’
Direção: Tami Martins e Aron Miranda
Classificação: Livre

Subsolo
2020 | 08’
Direção: Erica Maradona e Otto Guerra.
Classificação: Livre

Sábado (5), 19h

Mostra Acessibilidade
Filmes com recursos de acessibilidade

Aurora – A Rua que Queria ser um Rio
O filme é de Radhi Meron e conta a história de  Aurora, uma triste e solitária rua de uma grande cidade. Em um dia de chuva forte, ela relembra sua trajetória, sonha com o futuro e se pergunta: é possível uma rua morrer? A exibição ainda conta com libras, legenda para surdos e ensurdecidos e audiodescrição.

Apneia
Libras + legenda para surdos e ensurdecidos + audiodescrição

Batchan
Legenda para surdos e ensurdecidos

Meu Nome é Maalum
Libras + audiodescrição

Vivi Lobo e o Quarto Mágico
Libras + legenda para surdos e
ensurdecidos + audiodescrição

Informações da AEN