Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Cachoeiras são os principais atrativos turísticos de Sengés

O pequeno município de Sengés faz divisa com o estado de São Paulo e possui cerca de 19 mil habitantes. O acesso para a cidade é pela PR 151 e no trecho de Ponta Grossa até lá são dois pedágios (nos valores de R$ 9,70 e R$ 7,40) e a viagem dura aproximadamente 3 horas. 

Um dos eventos mais marcantes para a região foi a Revolução de 1930 e os moradores contam lembranças e histórias de quem presenciou este momento. A igreja presbiteriana da cidade serviu como hospital de campanha na época, tendo em vista a quantidade de feridos em decorrência da revolução armada.

A cidade, que possui 84 anos, tem em seu nome uma homenagem à um engenheiro francês que comandou a construção da estrada da região: Gastão Senges. O local, assim como grande parte dos Campos Gerais, também era rota dos tropeiros, que passavam às margens do Rio Jaguaricatu, para chegar à São Paulo.

A economia local no momento está aquecida e é movimentada, principalmente, graças às florestas de pinus e eucalipto. São mais de 143 mil hectares de área que sustentam também a agricultura, o agronegócio e a pecuária da cidade.

Alguns dos maiores atrativos turísticos da região são as belíssimas cachoeiras. Ao todo, são mais de 40 catalogadas, além dos parques arqueológicos e geográficos. Sengés também abriga parte da escarpa devoniana e canyons com vistas deslumbrantes que são considerados alguns dos pontos turísticos mais procurados do estado.

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo