Com nova remessa de imunizantes, Paraná prevê vacinação de idosos acima de 65 anos

Com a nova remessa de vacinas contra a covid-19, enviada pelo Ministério da Saúde, o Paraná começa a campanha de imunização dos idosos acima de 65 anos. Nesta sexta-feira (26) serão distribuídas 226.770 doses para as 22 Regionais de Saúde.

Dos imunizantes recebidos, 188.800 são da Coronavac, desenvolvida pelo Butantan e pela Sinovac, e 37.910 da vacina de Oxford/AstraZeneca, produzida no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)

O lote da Coronavac vai ser dividido para as comunidades quilombolas e para os idosos entre 65 e 74 anos. A separação foi feita da seguinte forma: 6.060 doses para os quilombolas; 70.715 para os idosos de 70 a 74 anos; 103.078 para os idosos de 65 a 69 anos.

Já a remessa da Oxford/AstraZeneca teve a seguinte separação: 3.110 doses para os quilombolas e 33.197 doses para os idosos entre 65 e 69 anos.

Ao todo, o Paraná recebeu 1.727.850 doses. Espera-se que, a partir de abril, os envios sejam semanais de, pelo menos, 300 mil doses, devido à produção nacional da Fiocruz e do Butantan.

“Estamos trabalhando com o Governo Federal para acelerar a vacinação. Queremos ter um cronograma mais organizado. Mas estamos mobilizando também as prefeituras. Queremos imunizar os idosos até o fim de abril e, em breve,  imunizar profissionais de educação, o que permitirá um retorno seguro das aulas, e da segurança pública”, afirmou o governador Ratinho Junior.

“As secretarias municipais de saúde estão preparadas para aumentar a velocidade da vacinação. Temos capacidade de vacinar entre 150 mil e 200 mil pessoas por dia no Paraná”, disse o secretário estadual de Saúde, Beto Preto.

Ao todo, o Paraná recebeu 38.600 doses da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford/Astrazeneca, produzida pela Fiocruz, mas 5% destas são destinadas à reserva técnica.

Distribuição

As doses começam a ser distribuídas para as 22 Regionais de Saúde nesta sexta-feira (26), a partir das 15 horas.

O Estado adotou, novamente, a estratégia de vacinação do Ministério da Saúde, que recomendou aumentar a população vacinada pela primeira dose, sem fazer reservas para a segunda aplicação.

Confira a quantidade de doses que cada Regional de Saúde recebe nesta remessa:

1ª RS – Paranaguá – 5.750 doses

2ª RS – Metropolitana – 65.680 doses

3ª RS – Ponta Grossa – 11.160 doses

4ª RS – Irati – 2.980 doses

5ª RS – Guarapuava – 9.650 doses

6ª RS – União da Vitória – 3.300 doses

7ª RS – Pato Branco – 5.980 doses

8ª RS – Francisco Beltrão – 7.480 doses

9ª RS – Foz do Iguaçu – 7.870 doses

10ª RS – Cascavel – 10.450 doses

11ª RS – Campo Mourão – 7.370 doses

12ª RS – Umuarama – 6.150 doses

13ª RS – Cianorte – 3.190 doses

14ª RS – Paranavaí – 5.750 doses

15ª RS – Maringá – 18.010 doses

16ª RS – Apucarana – 8.030 doses

17ª RS – Londrina – 21.210 doses

18ª RS – Cornélio Procópio – 5.480 doses

19ª RS – Jacarezinho – 6.330 doses

20ª RS – Toledo – 8.590 doses

21ª RS – Telêmaco Borba – 3.340 doses

22ª RS – Ivaiporã – 3.020 doses

Colaboração AEN