Empresa catarinense cria alarme que usa inteligência artificial para melhorar monitoramento

A inovação ocupa espaço importante na área de segurança eletrônica, mercado que cresceu 14% em 2021 e movimenta mais de R$ 9 bilhões anuais, segundo a Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (Abese).

Após três anos de desenvolvimento e R$ 15 milhões investidos, um novo sistema de alarme da Orsegups usa inteligência artificial para melhorar o monitoramento de residências e empresas.

No processo de criação do novo produto, a Orsegups foi a primeira empresa de segurança brasileira a utilizar o Watson, plataforma de serviços de inteligência artificial da IBM que é considerada um marco no avanço dessa tecnologia. O Alarme 365, como foi batizado, é ligado a sensores que identificam qualquer movimentação na área monitorada. De forma imediata, o sistema envia um alerta e uma imagem do ambiente para a central da Orsegups. Em poucos segundos a equipe responsável segue o protocolo indicado. Em caso de contato com o proprietário do imóvel, a atendente pode conversar com as pessoas, solicitando um código de segurança. Se for usada a senha de coação, há o acionamento da polícia sem disparo do alarme.

Operado por aplicativo ou controle remoto, o equipamento permite que o proprietário veja a qualquer momento imagens do interior do imóvel. Em caso de emergências existe a possibilidade de ativação de um botão de pânico e o contato imediato com a equipe de monitoramento.