Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

15 lugares no Brasil onde você pode trocar suas habilidades por hospedagem

- 15 lugares onde você pode trocar suas habilidades por hospedagem

Os anfitriões que oferecem oportunidade na plataforma Worldpackers garante a hospedagem do voluntário, mas geralmente também são oferecidos outros benefícios como descontos em tours, bicicletas à vontade, lavanderia e uma ou mais refeições, que contribuem muito para redução de despesas durante o voluntariado.

Basicamente, se o lugar é de fácil acesso e possui uma boa estrutura com supermercados e transporte público fica mais viável financeiramente, mas isso não é regra, pois já visitei lugares que levam a fama de “caros” e gastei relativamente pouco, mesmo não tendo muitas opções econômicas, ou seja, os gastos vão depender do “estilo de vida” que você pretende levar durante a sua viagem como voluntário.

Por exemplo, se fizer as refeições na rua todos os dias e utilizar meios de transporte não convencionais, certamente suas despesas vão crescer.

Fugir da alta temporada é outra dica infalível. Particularmente uso essa estratégia em quase 100% das minhas viagens e já estive em destinos em que o valor de alguns itens chegava a ser 80% inferior na baixa temporada.

Essa redução nas despesas me permitiu um melhor aproveitamento da viagem, considerando que com a economia que fiz pude investir em coisas que não estavam planejadas e também curtir lugares mais tranquilos.

A relação de lugares baratos para viajar no Brasil foi elaborada levando em consideração as observações acima.

1. Torres, Rio Grande do Sul

Considerada a praia mais bela do RS, está localizada no extremo norte do estado, a 200 km da capital Porto Alegre. Seus encantos naturais incluem praias, dunas, paredões de arenito e basalto, lagoas, áreas de conservação ambiental e morros.

O turismo é a base econômica da cidade que também oferece outros atrativos como balonismo, surf, paraquedismo, kitesurf, stand up paddle, canoagem, paraglider e trilhas. Existem várias alternativas gratuitas ou com baixo investimento para desfrutar as belezas naturais do local, o que certamente vai proporcionar ao voluntário uma boa temporada na cidade.

2. Balneário Camboriú, Santa Catarina

Cidade litorânea muito procurada por turistas de várias partes do mundo, especialmente no Réveillon, e que oferece vários atrativos naturais, como praias, trilhas e morros.

Está localizada na região norte de Santa Catarina, a 80 km de Florianópolis, entre as cidades de Itajaí e Camboriú, sua orla tem aproximadamente 7 km de extensão. Estando na cidade, o voluntário ainda pode conhecer praias em cidades vizinhas a pé, de bicicleta e através do transporte público. O Parque Unipraias também oferece ótimas opções a preços acessíveis.

A cidade atende todos os gostos e bolsos, desde alimentação até baladas. Existe uma quantidade grande de supermercados e outras opções para alimentação econômica na cidade, mas para economizar ainda mais, o ideal é fugir da alta temporada, pois os preços sofrem variações em alguns estabelecimentos.

3. Foz do Iguaçú, Paraná

Localizada a 650 km de Curitiba, capital do Paraná, Foz do Iguaçú faz divisa com cidades do Paraguai e Argentina e é uma das cidades turísticas mais procuradas quando o assunto é viajar barato pelo Brasil.

Isso inclui a visita às Cataratas do Iguaçú, onde o valor da entrada é bem acessível, considerando a beleza, cuidado e organização do lugar. É possível desfrutar a cidade gastando pouco, já que existem opções de transporte e alimentação para todos os bolsos e quem sabe com isso até conhecer os atrativos em território Argentino ou aproveitar para comprar algo necessário mais em conta no Paraguai.

Para se deslocar até esses lugares há ônibus saindo do centro de Foz do Iguaçu com valor bem acessível.

4. Socorro, São Paulo

A cidade de Socorro fica a 130 km de distância de São Paulo e é conhecida pela tranquilidade e clima interiorano. Com cerca de 39 mil habitantes, está localizada entre as belas colinas da Serra da Mantiqueira e oferece muitos atrativos.

São rios com corredeiras, cachoeiras, grutas, trilhas, mirantes, rapel, rafting, fontes de água mineral, gastronomia típica, feira de malhas direto de fábrica, entre outros. No centro histórico da cidade há restaurantes, lanchonetes e mercados, bem como a tradicional feira noturna que ocorre toda quarta-feira e oferece frutas, legumes e verduras a preços acessíveis direto do produtor, assim como barraquinhas com produtos prontos para o consumo.

5. Paraty, Rio de Janeiro

Cidade litorânea com aproximadamente 40 mil habitantes e localizada a 260 km do Rio de Janeiro, capital do estado. Em Paraty o voluntário encontrará história e cultura misturados à atrativos ligados a natureza como parques, reservas, praias, ilhas, cachoeiras e trilhas.

A cidade possui 60 praias e para se deslocar até a maioria delas há linhas do transporte público saindo do centro da cidade. Outras 15 praias são acessadas apenas de barco. Os melhores meses do ano para visitar Paraty economizando são abril e maio.

6. Guarapari, Espírito Santo

A cidade está localizada a 60 km da capital Vitória e oferece opções de lazer durante o ano todo. As belezas naturais do lugar agradam a todos, pois estão distribuídas entre o turismo rural, com montanhas, cachoeiras e piscinas naturais, e suas 46 praias e enseadas de águas cristalinas.

As areias monazíticas, escuras e com concentração natural de minerais pesados, também atraem visitantes pelas propriedades medicinais que oferecem e são utilizadas no tratamento de artrites e inflamações.

Além dos atrativos gratuitos da cidade, também há passeios de escuna e mergulho (inclusive noturno) no arquipélago de Três Ilhas.

7. Ouro Preto, Minas Gerais

Arte, história, arquitetura, gastronomia e belezas naturais, tudo isso o voluntário encontrará em Ouro Preto, cidade histórica localizada a 98 km da capital do estado, Belo Horizonte, onde grandes nomes da arte barroca deixaram sua marca através de esculturas e pinturas que podem ser encontradas em igrejas, prédios e museus.

A principal atividade econômica de Ouro Preto é o turismo, que movimenta a cidade o ano todo recebendo um grande fluxo de pessoas, por este motivo boa parte dos atrativos cobram ingressos para visitação, porém uma parte deles têm valores bem acessíveis.

Entre os atrativos gratuitos estão mirantes, parques e cachoeiras onde é possível contemplar as belezas naturais da região. Por ser uma cidade bem estruturada, oferece opções para todos os bolsos, por isso fica fácil se manter no lugar gastando pouco.

8. Campo Grande, Mato Grosso do Sul

A capital do estado já foi assunto nos noticiários em 2018 por ter as opções de alimentação mais baratas do Brasil. Além disso, é uma cidade estruturada e repleta de atrativos para todos gostos, como museus, memoriais, parques, praças e feiras.

Se o voluntário quiser se sentir como um campo-grandense precisa ir até a Feira Central, ou feirona, como é conhecida entre os locais, comer um pastel, um sobá ou um espetinho.

Quanto as opções de cultura, lazer e diversão, o Parque das Nações Indígenas é um dos mais procurados e o mais completo. O parque é considerado um dos maiores do mundo, dentro de um perímetro urbano, com extensão de 119 hectares. Além de ser um dos melhores locais para ver o pôr do sol em Campo Grande, o parque também conta com uma ótima infraestrutura que inclui quadra de esportes, pista de skate, patins e bike, sanitários, pista asfaltada para caminhada e corrida, lanchonetes e um grande.

9. Camaçari, Bahia

Conhecida como cidade industrial, Camaçari é populosa e está localizada a 50 km da capital Salvador, onde abriga o maior polo industrial do estado com diversas indústrias químicas, petroquímicas e automobilísticas.

A cidade oferece 42 km de belas praias como Jauá, Itacimirim, Guarajuba, Barra do Jacuípe, Arembepe e Busca Vida. A praia de Arembepe é conhecida pelas águas calmas e mornas, mas também por ter sido escolhida para instalação da mais famosa aldeia hippie brasileira que já recebeu grandes nomes como Mick Jagger, Janis Joplin, Tim Maia, Raul Seixas e Gilberto Gil. A praia também é um dos locais do Brasil onde encontra-se o Projeto Tamar.

Em Camaçari o voluntário também poderá fazer trilhas e visitar a Cachoeira do Rio Pojuca. O Rio tem muitas corredeiras onde também é possível se aventurar no boia-cross.

10. Aracajú, Sergipe

A capital de Sergipe, e cidade litorânea de Aracajú, tem um toque interiorano dentro de uma metrópole cercada de história, cultura, lazer, gastronomia e natureza. A cidade atrai visitantes de todos os estilos e está entre as capitais com o menor custo de vida do país.

Oferece linhas de ônibus do transporte público que conectam todas as regiões da cidade e supermercados, restaurantes e lanchonetes com preços acessíveis espalhados pelos bairros.

As praias de Aracajú são belíssimas e durante a semana a maioria delas fica vazia e tranquila. Entre as mais visitadas estão Aruana, Refúgio, Náufragos, Atalaia, Mosqueiro e Robalo.

11. Maceió, Alagoas

Repleta de belas paisagens naturais, a capital de Alagoas tem mais de um milhão de habitantes e alto índice de desenvolvimento humano conforme Programa das Nações Unidas.

A cidade possui várias festas tradicionais que ocorrem anualmente e atraem muitos visitantes, entre elas o Maceió Forró e Folia e o Maceió Music Festival.

Maceió têm uma das orlas mais bonitas do Brasil, que divide-se em praias tranquilas e badaladas. Além das belas praias a cidade também conta com pontos turísticos que incluem monumentos, museus, mirantes e prédios históricos.

Opções para reduzir as despesas com alimentação não faltam na capital, basta pesquisar um pouco.

12. Olinda, Pernambuco

Localizada a cerca de 7 km da capital Recife, Olinda, a terra do frevo e do maracatu, é muito visitada o ano todo por pessoas querendo subir e descer suas ladeiras para observar a herança histórica e cultural da cidade guardados em seu centro histórico, que desde 1982 é considerado Patrimônio Cultural da Humanidade.

Além de todos os atrativos do Centro Histórico, Olinda também oferece praias para um bom banho de mar como Rio Doce, Casa Caiada, Bairro Novo, São Francisco e Do Carmo.

Por se tratar de uma cidade grande e turística o voluntário encontrará preços diferenciados em supermercados, restaurantes e lanchonetes, especialmente se fugir dos locais mais próximos dos principais pontos turísticos.

13. João Pessoa, Paraíba

Terceira capital mais antiga do Brasil, João Pessoa é uma cidade com vasto patrimônio histórico tendo como principais pontos turísticos o Centro Cultural São Francisco, Casa de Azulejos, Praça Antenor Navarro e o Farol do Cabo Branco, que é o Ponto mais oriental do Brasil, chamado também de "Porta do Sol".

Quanto às praias, as mais visitadas são a Do Tambaú, Do Cabo Branco, Manaíra e Tambaba. Suas ruas arborizadas e povo acolhedor misturado à gastronomia típica e belas paisagens deixam o clima da cidade ainda mais convidativo.

14. Natal, Rio Grande do Norte

Uma capital cercada de belas paisagens, povo acolhedor e deliciosa gastronomia, Natal é uma cidade onde a estratégia de visitar na baixa temporada funciona mesmo. Era à ela que me referia no comentário que fiz no início do relato, sobre itens com valor 80% menor.

A praia de Ponta Negra é a mais conhecida e cartão postal da cidade, por estar localizado o Morro do Careca, que alguns anos atrás servia de rampa onde as pessoas desciam escorregando. A brincadeira foi proibida e o Morro interditado para preservar a mata de restinga e para a areia não descer, diminuindo a altura do morro.

Natal ainda conta com outras sete praias e outros atrativos como o maior cajueiro do mundo, o Forte dos Reis Magos, feirinhas com artesanato e produtos regionais, entre outros.

15. Barreirinhas, Maranhão

Cidade pequena localizada a 250 km de São Luis, capital do estado, mas que recebe muitos visitantes por ser considerada a porta de entrada do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, o maior campo de dunas da América do Sul com seus belos lagos de águas transparentes que atrai visitantes do mundo todo.

Apesar de ser um ponto turístico muito explorado, os passeios deste atrativo não tem um valor absurdo se comparados a outros no Brasil. A economia da cidade não se concentra apenas no turismo, e além dos Lençóis Maranhenses o voluntário encontrará as praias de Atins e Caburé e o Rio Preguiças, que corta a cidade com seus manguezais.

Texto: Aline Fernanda

Fonte: https://www.worldpackers.com/pt-BR/articles/lugares-baratos-para-viajar-no-brasil-como-voluntario
Worldpackers

Grupo do Massa News no WhatsApp

Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.

  Entrar no grupo