5 dicas para como começar seu podcast

Um podcast pode ser um caminho poderoso de comunicação. Uma pesquisa realizada pelo IAB Brasil, associação que representa o mercado de publicidade digital no País, em parceria com a Offerwise, fornecedora global de consumer insights, mostrou que, em 2021, 76% dos entrevistados criaram hábitos para o consumo de conteúdos em áudio – sendo que em 2019, esse número era de 40%, segundo pesquisa do IBOPE Inteligência de mesma metodologia.

No segundo ano de pandemia, Rodrigo Alencar, fundou o podcast CTO Talks com o objetivo de treinar e incentivar futuros CTOs(Chief Technology Officer) e líderes técnicos no Brasil. “A ideia do canal surgiu por ser um meio simples e dinâmico de democratizar o conhecimento que eu estava tendo em conversas com os especialistas da área, o que, por sua vez, me ajudou a construir uma lista de seguidores que conheceram o podcast e gostaram e confiaram em mim. Hoje, eu consigo compartilhar minhas ideias, pensamentos e soluções em um formato facilmente consumível”, ressalta.

Pensando nas marcas e pessoas que querem aproveitar esse recurso e tem o desejo de se tornar um podcaster, Rodrigo listou cinco dicas para começar o seu próprio canal:

Escolha o seu nicho

Decidir por um tema específico dentro de um mercado com necessidades e hábitos específicos pode ser um diferencial. Para Rodrigo, a temática foi definida pela dificuldade que sentia ao buscar informações de como ele próprio poderia se tornar um CTO. “Como estudante e profissional de tecnologia sempre tive o desejo de empreender. Pesquisando, vi que na maior parte das vezes os cofundadores técnicos de startups eram chamados de CTOs. Porém ao buscar mais sobre essa posição, como skills e experiências necessárias, não encontrei muitas informações que deixavam claro o caminho que eu deveria percorrer”, explica.

Crie uma lista de convidados potenciais

A escolha dos convidados para o seu novo canal vai depender do conteúdo proposto, do público e do objetivo com a entrevista. Os primeiros convites podem não ser fáceis, mas Rodrigo dá a dica: “Antes da primeira abordagem, estude o perfil do expert e entenda como essa troca poderá agregar para ambos. A melhor maneira é preparar uma boa argumentação e mostrar o propósito do podcast. Além do e-mail, o Linkedin pode ser um ótimo ponto de contato por se tratar de uma rede social voltada para network e atividades profissionais. Mas lembre-se: a melhor estratégia é seguir seus potenciais convidados por um tempo e entender um pouco mais sobre ele por meio de suas postagens. 

No último episódio do CTO Talks, Rodrigo recebeu Izabela Anholett, CTO na Exame, que migrou da área de administração para o mundo tech. A executiva compartilhou como foi a sua trajetória até se tornar CTO em um grande veículo de circulação nacional especializado em Economia, Negócios, Política e Tecnologia.

Criação de conteúdo

O próximo passo é elaborar um planejamento sobre o conteúdo e definir os temas, sugestões de convidados e frequência de lançamento de novos episódios. Além disso, a cada entrevista, criar um roteiro pode ajudar no desenrolar da conversa e também na hora da edição. “No modelo de ‘talk show’, você pega “emprestado” a experiência que outras pessoas têm para oferecer. Por isso, criar um briefing com informações básicas sobre a entrevista, como por exemplo, dia e horário, além das perguntas que podem nortear a conversa é uma ótima saída. Com esses dados em mãos, o participante – que pode não ter muita experiência com entrevistas – se sentirá ainda mais seguro e à vontade para o bate-papo”, afirma Rodrigo.

Equipamento de gravação

O podcast é uma das maneiras mais econômicas de levar informação a um público. Com investimento de tempo e pouco dinheiro, Alencar afirma que para começar o seu próprio canal é preciso de um computador, um bom microfone e uma conta em um site de hospedagem de podcast online. “Mais tarde, se achar necessário, poderá investir e desenvolver materiais cada vez mais relevantes e de qualidade para a sua audiência”, ressalta.

Ferramentas de criação e edição 

Hoje em dia existem diversas plataformas que hospedam podcasts. Rodrigo indica a plataforma de edição e distribuição do Spotify, Anchor. Além de gratuita, a ferramenta facilita a criação e publicação de episódios. “Para gravar, recomendo a RiverSide.fm, que permite fazer gravações de alta qualidade com diversas funções”, destaca o especialista.