7 acomodações pelo Brasil para quem quer viajar pelos sabores da gastronomia nacional

Viajar pelo Brasil, mais do que admirar incríveis paisagens e vivenciar diversas culturas, também significa degustar comidas deliciosas e que atendem aos mais distintos paladares. De norte a sul do país, é possível escolher pratos que englobam todo tipo de ingrediente e sabor, sejam eles refeições mais elaboradas ou aperitivos individuais que conquistam pessoas de todas as faixas etárias.

A Booking.com descobriu, em uma pesquisa* focada nas sensações de viagens, que 92% dos brasileiros preferem experimentar comidas e pratos típicos locais a investir em comidas internacionais, quando estão passeando longe de casa. Além disso, mais de uma pessoa a cada três (37%) afirmaram que o gosto de comidas típicas os remete a viagens. Foi pensando nisso que a plataforma on-line de reservas reuniu algumas dicas para quem quer viajar pelo Brasil e experimentar algumas das mais famosas iguarias da culinária brasileira.

Acarajé em Comandatuba (BA)

Esse bolinho, cuja massa é feita de feijão-fradinho, cebola e sal e finalizado sendo frito em azeite de dendê, é uma das sensações da gastronomia baiana. A comida, que tem origem na religião africana do candomblé, também é bastante comum na África, sendo conhecido como akara, em alguns lugares, kosai, em outros, e koose, numa terceira região. O acarajé é mais comumente servido com pimenta, camarão seco, caruru e vatapá, podendo ter acompanhamento de molho vinagrete em alguns lugares.

Onde se hospedar para degustar: A Ilha de Comandatuba fica no litoral sul da Bahia, em uma região conhecida como a Costa do Cacau. Para chegar lá, é preciso fazer uma travessia de barco ou fretar um voo para o Aeroporto de Comandatuba. É la que fica o resort Transamerica Comandatuba, que conta com sistema de alimentação all inclusive, quando todas as refeições estão incluídas no pacote da reserva. Lá, o viajante também poderá degustar o prato símbolo do estado.

Baião de Dois em Maceió (AL)

O baião de dois é uma receita típica da região Nordeste e mistura dois ingredientes bem presentes na mesa das famílias brasileiras: arroz e feijão. Diz-se que o preparo desse prato consiste no cozimento do arroz cru no feijão com caldo já cozido, adicionando demais temperos como cebola, tomate, pimentão e especiarias como o coentro e a cebolinha. Em algumas regiões, é comum ver também a presença da carne seca, e ainda há quem acrescente queijo coalho.

Onde se hospedar para degustar: Maceió é o município mais populoso de Alagoas e conta com um litoral de beleza inesquecível, onde se desfruta de ciclovia, calçadão e barracas. As praias de Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca se destacam nos 6 km de orla, e é nesta última que fica o Jatiuca Hotel & Resort. É possível encontrar o baião de dois no cardápio desta acomodação e o turista pode aproveitar as refeições entre os momentos de descanso e lazer para degustar essa iguaria local.

Carne de sol em Genipabu (RN)

Outro ingrediente típico da culinária do nordeste do Brasil, a carne de sol ganhou esse nome porque seu modo de preparo artesanal consistia em salgar a carne e deixá-la secando ao sol. Esse jeito especial de fazer a carne teve início no século 17 e se inspirou em uma prática dos índios, de secar as carnes no fogo, e uma dos portugueses, que trouxeram o hábito de utilizar o sal como conservante. Hoje em dia, as peças de proteína são preparadas em local coberto e bem ventilado.

Onde se hospedar para degustar: Genipabu, também conhecida por Parque Turístico Ecológico Dunas de Genipabu, está localizada a cerca de 25 km de Natal e é um dos famosos cartões-postais do Rio Grande do Norte. Lá, é possível ir à praia, conhecer as dunas, e observar a lagoa e a área de proteção ambiental. No cardápio da Pousada Villa do Sol, que fica na localidade, constam opções de pratos que possuem a carne de sol como protagonista, como o prato “Delícia Potiguar”, a curiosa paçoca de carne de sol e o popular escondidinho.

Churrasco em São Pedro (SP)

O famoso churrasco brasileiro dispensa explicações: carnes, pães, queijos e até legumes são levados à brasa do carvão para ganhar aquele sabor de reunião de família ou confraternização com amigos. É até difícil precisar a data em que essa prática começou a ser utilizada, mas deduz-se que teria sido no momento que o Homem dominou o fogo, na pré-história, e passou a assar a carne de caça. A origem do nome também não tem um consenso, mas um Dicionário da Academia Espanhola aposta que seria um vocábulo gerado pelo som produzido pela gordura ao gotejar sobre a brasa.

Onde se hospedar para degustar: São Pedro é um município de São Paulo com cerca de 34 mil habitantes e é uma das 29 localidades paulistas consideradas estâncias turísticas pelo Estado, já que cumpre pré-requisitos definidos por lei estadual. E lá no Hotel Fazenda Sao João, uma das acomodações da cidade, o churrasco é levado a sério: o hotel possui um “churrascódromo” e até um ritual de preparo da Costela no Fogo de Chão. Mas há também opções vegetarianas e veganas para aqueles que não consomem proteína de origem animal.

Feijoada em Foz do Iguaçu (PR)

Outro prato que todo brasileiro conhece, a feijoada foi criada em Portugal, mas no Brasil, recebe um toque nacional ao ser feita exclusivamente com o feijão preto. É geralmente preparada com carnes de boi e de porco e acompanhada de arroz, couve refogada, farofa e laranja em pedaços. Hoje em dia, já existem versões vegetarianas e veganas, que podem contar com ingredientes como beterraba, inhame, abóbora, mandioquinha, entre outros.

Onde se hospedar para degustar: Visitar Foz do Iguaçu já o desejo de muita gente que almeja ver com os próprios olhos as 275 quedas d’água que compõem uma das Sete Novas Maravilhas da Natureza. A cidade ainda oferece boa gastronomia e outras opções de lazar, como museus temáticos e outros parques com belezas naturais. O Bourbon Cataratas do Iguaçu Thermas Eco Resort é um hotel de Foz que, além de toda a diversão e natureza, ainda oferece uma tradicional feijoada completa todos os sábados.

Moqueca capixaba em Vitória (ES)

A moqueca é um prato bastante conhecido pelo Brasil, mas há duas opções diferentes: a baiana e a capixaba. Na capixaba, os protagonistas são o peixe e os camarões, deixando de lado o leite de côco e o azeite de dendê, presentes na baiana. Os outros ingredientes dessa deliciosa receita são o tomate, a cebola e o coentro e os acompanhamentos ficam por conta do pirão e do arroz.

Onde se hospedar para degustar: A cidade de Vitória é um destino turístico em ascensão e o crescimento do turismo de negócios vem incentivando a melhoria da infraestrutura de serviços, como novos hotéis e restaurantes e o incremento das opções de lazer. O Hotel Senac Ilha do Boi é um hotel-escola localizado na capital do Espírito Santo – a concepção do hotel priorizou o caráter pedagógico, a fim de proporcionar aos alunos diferentes ambientes de aprendizagem para vivenciarem e praticarem os conhecimentos adquiridos. Isso se reflete na gastronomia do local, bastante recomendada e reconhecida, e que dará ao hóspede a oportunidade de provar uma boa moqueca capixaba.

Pão de queijo em São Lourenço (MG)

Não há como falar de pão de queijo sem mencionar o estado de Minas Gerais. Afinal, apesar de os primeiros registros dessa iguaria, que ganhou o paladar até mesmo dos estrangeiros, serem da década de 1950, o mais importante marco ocorreu nos anos 1960, quando a receita foi disseminada por uma cozinheira e empresária mineira. A mistura de polvilho azedo ou doce com ovos, sal, óleo vegetal e queijo faz tanto sucesso no país, que há lanchonetes e restaurantes especializados em suas próprias receitas.

Onde se hospedar para degustar: É parte do Circuito das Águas de Minas Gerais, na Serra da Mantiqueira, a cidade de São Lourenço, uma das mais conhecidas estâncias hidrominerais do Brasil. A principal atração do local é o Parque das Águas, com mais de 400 m² e diversas fontes de água mineral, que dizem ter propriedades curativas. O hotel Vila Chico é um conjunto de chalés aconchegante com lazer para toda a família na cidade. Nas avaliações, há quem elogie especificamente o pão de queijo do local – e até quem diga que nunca comeu um igual.

*Pesquisa encomendada pela Booking.com em outubro de 2021 e realizada com um grupo de adultos que pretendia viajar nos 12 meses seguintes. No total, 1.000 entrevistados no Brasil responderam a uma pesquisa on-line.