Comprar um bem é cada vez menos usual pelas novas gerações

Millennials foi o adjetivo escolhido para posicionar uma geração, nascida entre 1981 e 1999. Vivenciaram o nascimento da tecnologia e as maiores transformações mundiais, e embora sejam ambiciosos e focados no sucesso profissional, não estão dispostos a sacrificar sua vida pessoal para obter uma carreira de sucesso, pois acreditam ser possível conciliar as duas coisas. Essa geração prioriza a liberdade, sem muitos compromissos. Por este motivo, os millennials não aspiram a compra da casa própria, não possuem a ambição de ter o carro do ano e não querem ter trabalho em escolher os eletrodomésticos, em sua grande maioria.

Mas, o contexto social e econômico de cada época faz com que as pessoas se comportem de uma maneira específica. O processo de evolução também passa por todos os segmentos, empresas e dentro do tecido da sociedade organizada. Empresas como a Housi, Uber e TuimBox, entre outras, fazem parte dessa inovação e acompanham as demandas atuais.

“O futuro da moradia, com diversas facilidades agregadas, está acompanhando o ritmo das novas gerações, entre elas os millennials, que nasceram conectados e dentro de uma interação virtual total. Essa experiência mudou por completo as relações que eles têm com pessoas, no trabalho e, em especial, com marcas e empresas. Essa geração quer resoluções a partir de um clique e recorrem a tecnologia para solucionar todos os seus problemas”, comentou Alexandre Frankel, CEO da Housi, startup que oferece moradia sob demanda para moradores que desejam um aluguel flexível e 100% online, e que nasceu sob o conceito da evolução do mercado imobiliário. “A moradia flexível caiu no gosto das pessoas. A liberdade de morar em qualquer lugar, associada ao fato de as pessoas não saberem como e onde vão trabalhar, a insegurança do mercado de trabalho atual, todos esses aspectos somados traduzem a aderência que esse modelo de moradia conquistou”, completa Alexandre.

A Housi, por exemplo, tem ofertado diferenciais tecnológicos entrando em consonância com as expectativas das novas gerações. Com a evolução dos condomínios, a automação e integração de soluções para facilitar a vida dos moradores é recorrente, e novas ideias surgem a todo instante para atender essa demanda. A Housi investe cada vez mais no conceito de condomínios inteligentes. Utensílios e eletro portáteis disponíveis para aluguel também fazem parte dessa revolução tecnológica, chamada consumo sob demanda.

A Housi fechou recentemente uma parceria com a empresa TuimBox, que oferece os armários inteligentes como opção. O primeiro armário inteligente da TuimBox foi instalado na Housi Bela Cintra, com planos de expansão para mais duas unidades nos próximos meses. O sistema oferece aos moradores diversificados produtos eletroportáteis que podem ser alugados pelo tempo que cada um achar necessário. Para isso, basta que a pessoa faça a seleção do item via aplicativo, retirar na hora e usufruir por quantos dias quiser. O locker está localizado no hall do prédio, ao lado dos elevadores.

“Essa geração de millennials quer qualidade de vida, portanto desejam morar perto do trabalho ou em regiões nos centros urbanos, com riqueza de opções de comércio e transporte público. No mesmo tempo desejam ter imóveis otimizados, com diversos recursos tecnológicos e espaços de convivência onde possam ter uma lavanderia, uma academia estruturada e uma proposta de sustentabilidade. Todo esse pacote está na cultura da Housi, que acredita que as pessoas querem aliar seus valores, estilo de vida e bem-estar ao local escolhido para morar”, completa Alexandre Frankel.