Dia dos Namorados promete aquecer a economia nacional

Uma das datas mais românticas do ano é celebrada em junho. O Dia dos Namorados, no dia 12, é marcado pelas homenagens aos parceiros, troca de presentes e jantares especiais, um momento de estar ao lado de quem se ama. Assim como em outras datas comemorativas, ela é responsável por movimentar a economia nacional, tendo uma perspectiva de crescimento de 2,5% nas vendas deste ano comparada a 2021, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). 

Outro fator que precisa ser levado em consideração é o fato que 72% dos entrevistados pela MindMiners, plataforma digital de pesquisa de mercado, irão comemorar a data em 2022, diferente dos 58% do ano anterior que afirmaram celebrar o dia. Entre os presentes que estarão em alta, as roupas estão no topo de lista, com 24%, seguidos pelos doces/chocolates (23%), flores (12%) e acessórios (11%). 

O Especialista em gestão empresarial e Diretor Executivo da MR16, Marcelo Reis, afirma que após dois anos de pandemia, as perspectivas para as vendas de Dia dos Namorados são animadoras, mesmo com a economia ainda em recuperação. “No momento atual, todas as datas comemorativas têm se mostrado bastante importantes, pois o comércio tem aproveitado bem as divulgações e oportunidades, uma vez que o consumidor tem se apresentado bastante ávido por compras e em presentear”. 

Por ser um período em que o varejo busca, a todo custo, recuperar o tempo perdido, é necessário que se desenvolvam estratégias e ações para conquistar novos clientes, e para o aproveitamento das vendas. Promoções, serviços, divulgação massiva ou boas parcerias podem render bons frutos. 

Invista nos solteiros

Além disso, é a ocasião ideal para fidelizar seu público-alvo e ser lembrado. “Mesmo quem não irá consumir nesta data está sendo influenciado e vendo potenciais produtos para adquirir ou presentear no futuro. Logo, boas divulgações serão lembradas e, por isso, vale a pena investir no consumidor neste momento, planejando o segundo semestre”, pontua Reis. 

O especialista afirma que investir nos solteiros (as) pode ser uma opção de destaque o setor de serviços pode se tornar um grande aliado para quem não irá celebrar a data. “É mais difícil, mas ainda sim existem consumidores que desejam se presentar ou mesmo comemorar com amigos para não deixar a data passar em branco”, finaliza.