Massa News, notícias do Paraná e do Brasil

Curitiba, PR
Clima
21ºC
Massa News, notícias do Paraná e do Brasil

Mídia paga se torna necessária no mercado digital atual

Redação

Redação

Por DINO DIVULGADOR DE NOTÍCIAS

Foto: Pixabay

São Paulo–(DINO – 06 jan, 2023) –

A competitividade entre os varejistas por um espaço no mundo digital cresceu e a presença digital, antes sendo um diferencial, se tornou algo básico junto aos anúncios de marketing que são cada vez mais essenciais para ganhar a atenção do usuário. Isso se deve ao fato do crescimento de novos empreendimentos pós-pandemia e o aumento do mercado na área digital.

A pandemia trouxe um aumento significativo das empresas entrando no mercado digital ou aumentando sua posição, tendo uma alta de até 21% das vendas em 2021, segundo a revista EXAME. Sendo assim, esses valores tendem a crescer ainda mais junto aos empreendedores que renovam suas estratégias para estarem no mercado de forma competitiva. 

Com o avanço da tecnologia e das redes sociais surgiram novos métodos para criar anúncios online. As redes sociais não são mais apenas um entretenimento, mas uma opção para as marcas criarem uma relação mais próxima com os clientes e conseguirem alcançar suas metas de vendas, leads ou reconhecimento de marca com velocidade. 

Por isso, o ‘investimento financeiro para facilitar o alcance de uma estratégia de marketing’, o que a Forbes denomina os canais de mídia paga, se tornou uma opção para empresas do mercado digital.

Conteúdo orgânico não é mais suficiente para atrair o público-alvo de uma empresa

Na competição do mercado digital, depender apenas da entrega orgânica com perfis profissionais e criação de conteúdos assertivos para o público-alvo não permite alcançar resultados significativos em um período estipulado.

À medida que o cenário digital continua a evoluir, tornou-se cada vez mais difícil para as empresas alcançarem o público-alvo apenas por meio de canais orgânicos. Por mais assertivas e atraentes que sejam os posts das instituições, os consumidores precisam ter acesso ao conteúdo, porém, há um ciclo que não necessariamente depende apenas dessa produção. A entrega desses conteúdos torna-se um pouco mais difícil à medida que as pessoas vão adicionando mais amigos e seguindo novas páginas. Dificultando cada vez mais para as plataformas mostrarem toda essa informação no feed de notícias.

Contudo, os patrocinados, além de chamarem à atenção, direcionam os esforços da campanha para um público segmentado, de forma bem precisa, facilitando a entrega.

“A redução na entrega orgânica está aumentando a cada dia. Por isso, é fundamental que as empresas se profissionalizem e implementem estratégias de divulgação para atingir seus potenciais clientes.”, confirma Gustavo Marino, CEO da IDPUBLI.

Por isso, cada vez mais as empresas estão investindo no tráfego pago. E existem diversas maneiras de fazer isso, desde anúncios na rede de pesquisa do Google até os tradicionais nas redes sociais, como Instagram, LinkedIn, TikTok, vídeos no YouTube, ou até mesmo patrocinados dentro dos aplicativos.

Porém, independentemente do aplicativo utilizado, as empresas têm a clareza sobre os objetivos do negócio e dos canais de publicidade paga. Segmentar o público-alvo corretamente é um passo essencial para elas a fim de garantir um bom retorno sobre o investimento (ROI).

Investimento da mídia paga

Não existe um valor exato de investimento nos anúncios, pois sempre dependerá do objetivo e tempo de retorno esperado. Diferentemente da publicidade tradicional, as decisões da gestão de valores e estratégias de tráfego são feitas pelas próprias empresas e marcas que anunciam nas plataformas

Dessa forma, um planejamento de marketing bem feito e um processo de vendas bem definido dessas empresas, são pilares fundamentais das mesmas para buscar os melhores resultados com o investimento.

“Infelizmente, para muitos, não existe uma resposta ou fórmula exata para aplicar em todos os negócios O sucesso de uma campanha de mídia paga se inicia no planejamento, definição dos KPIs, nas características visuais dos criativos, os canais corretos para o público-alvo, entre tantas outras variáveis Parafraseando Steve Jobs: se dedique naquilo que você é bom e delegue o resto.” diz Gustavo Marino, CEO da IDPUBLI.

Por Estadão Conteúdo.

Entre no grupo do Massa News
e receba as principais noticias
direto no seu WhatsApp!

Compartilhe essa matéria nas redes sociais

Ative as notificações e fique por dentro das notícias

Dá o play Assista aos principais vídeos de hoje
Colunistas A opinião em forma de notícia