Tricologista lista 4 cuidados simples que contribuem para um cabelo saudável e bonito

Há muito tempo o cabelo deixou de ter apenas a função protetora e sensorial da cabeça e se tornou um ícone de beleza diretamente relacionado à autoestima. Por ter lugar de destaque no rosto e a funcionalidade de transmitir informações de estilo e personalidade, aos poucos foi se tornando alvo da preocupação de homens e mulheres por ser considerado o cartão de visita de qualquer indivíduo.

Diversos hábitos ruins e fatores do dia a dia impactam na saúde dos fios. Exposição solar sem os devidos cuidados, poluição do ar, excesso de procedimentos químicos (descoloração e alisamento), umidade excessiva, uso exagerado de dispositivos térmicos como secador de cabelo e chapinha, produtos cosméticos inadequados para cada tipo de cabelo, entre outros. “É fundamental prevenir e reparar os danos causados todos os dias. A medicina capilar é peça fundamental para um tratamento realmente individualizado e poderoso”, explica a Dra. Patricia Marques, cirurgiã plástica membro da SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) com Pós-Graduação em tricologia.

Para ajudar a manter o cabelo saudável e bonito, a especialista separou alguns cuidados simples que podem ajudar. Confira:

  1. Antes do banho e de atividades físicas, use um óleo de qualidade para as pontas dos fios. Isso protegerá da agressão do xampu e do suor;
  2. Não espere a raiz ficar excessivamente oleosa para lavar os cabelos, pois a oleosidade no couro cabeludo favorece a dermatite seborréica, causa de queda capilar;
  3. Tenha cuidado com o secador de cabelo e a chapinha. O ideal é não utilizar com frequência e sempre manter uma distância de 15 centímetros dos fios, na temperatura mais fria possível;
  4. O protetor térmico é um dos melhores amigos do seu cabelo. Mantenha sempre por perto e faça o uso constante, especialmente nas pontas. Ele auxilia na distribuição do calor, diminuindo a agressão dos fios.

 “A tricologia é um ramo da medicina muito amplo, que cuida desde doenças que afetam o cabelo e couro cabeludo, até a qualidade dos fios. Por meio de técnicas distintas, é possível diagnosticar os pacientes e traçar um tratamento que seja realmente eficaz para cada tipo de queixa”, acrescenta a especialista.