Aluguel de aparelhos auditivos é opção segura para quem precisa do equipamento

A perda auditiva pode prejudicar significativamente a qualidade de vida. Os prejuízos vão desde a dificuldade em entender uma conversa corriqueira à falta de compreensão pela família, problemas de socialização e, consequentemente, isolamento. Ainda assim, adquirir e fazer o uso de um aparelho auditivo – também conhecido como prótese acústica – pode não ser tão simples.

Em uma iniciativa inovadora, ainda pouco usual no Brasil, a Audiba, empresa paranaense de aparelhos auditivos, criou um modelo de serviços diferenciado. Além da compra, a instituição também oferece o aluguel dos aparelhos.

“A gente sempre fala que existem três questões principais para fazermos a locação. Primeiro, a questão financeira. Com o serviço, o paciente terá tempo para se organizar financeiramente para uma futura aquisição. Já para pacientes muito resistentes, que não querem fazer o uso, a locação proporciona mais tempo para que se tenha a experiência com a prótese e, consequentemente, uma melhor adaptação. Por fim, também locamos para os portadores de zumbido, que ainda estão em processo de investigação para verificar se existe algum outro tipo de comprometimento ou alteração relacionados à condição”, explica a fonoaudióloga e responsável técnica da empresa, Márcia Bonetti.

O aluguel pode ser feito a partir de um mês e ser prorrogado conforme a necessidade ou vontade do paciente. Os aparelhos ofertados possuem tecnologia para atender indivíduos com perdas de audição nos níveis leve, moderado ou severo.

Segundo Márcia, a indicação da prótese é feita em conjunto com o paciente e o profissional. O exame de audiometria é apresentado antes do momento da locação e, assim, a profissional expõe os modelos de aparelho que se encaixam com a perda auditiva da pessoa consultada, bem como os respectivos valores para uma futura aquisição.