Assistentes sociais começaram a ser vacinados contra a covid-19 em Curitiba

Todos os assistentes sociais que moram e atuam em Curitiba começaram a ser vacinados contra a covid-19 na segunda-feira (21). Os profissionais foram incluídos entre as categorias profissionais de saúde que ainda não haviam sido contempladas entre os grupos prioritários. Anteriormente, apenas os assistentes sociais que trabalhavam em hospitais, clínicas, unidades e outras instituições de saúde haviam sido contemplados.

Os assistentes sociais de Curitiba precisam realizar o cadastro no site ou aplicativo Saúde Já. Após o registro, é necessário aguardar a notificação, informando a data, hora e local de vacinação.

“Fizemos várias ações e incidências nos municípios e estado do Paraná para a priorização da nossa categoria, com a reivindicação da vacinação das/dos profissionais, que desde o início da pandemia têm atuado na linha de frente de diversos serviços essenciais e políticas públicas que são vitais para a população nesse momento. Reafirmamos que também continuaremos nas mobilizações e incidências até toda a população ser vacinada, no entendimento que a vacina é um direito de todas e todos”, ressalta a presidente do CRESS-PR, Andréa Braga.

A inclusão desses profissionais na vacinação foi resultado de um processo de intensa mobilização em todo o estado, que contou com a realização de protestos, articulação e encontros com representantes do Poder Público e Ministério Público. A reivindicação se intensificou no final de maio. Em alguns locais do estado, a contaminação de profissionais das políticas de Assistência Social chegou a 25%. Ao todo, pelo menos 16 assistentes sociais já morreram em decorrência da covid-19 no Paraná.

Por diversos momentos, o CRESS-PR enviou ofícios e entrou em contato com o os governantes para exigir a vacinação prioritária para esses profissionais. No dia 2 de junho, houve a determinação do Governo do Paraná para a priorização de categorias profissionais e após novo contato do CRESS-PR, no dia 14 de junho, o anúncio oficial foi feito pela Prefeitura de Curitiba.

Após pedir a listagem com os nomes de todos os profissionais ativos no Serviço Social, a vacinação iniciou. De acordo com a categoria, os assistentes sociais trabalham na linha de frente e possuem contato direto com o público.