Campos Gerais têm denúncias de fura-filas da vacinação

Na quinta-feira (11), a Câmara dos Deputados aprovou o aumento da pena para a infração

A Controladoria Geral do Estado do Paraná publicou a lista de municípios que já possuem denúncias registradas de fura-filas da vacinação contra a COVID-19. Mais de 200 denúncias já foram feitas ao órgão, sendo que três são referentes a casos de ponta grossa. Para checar as denúncias, a Controladoria já pediu a relação de vacinados às regionais de saúde. Caso confirmada a vacinação irregular, o caso será enviado ao Ministério Público para abertura de processo contra o fura-fila.

Além de Ponta Grossa, outras 11 cidades da região dos Campos gerais, Centro-Sul e Sudoeste totalizaram, juntas, 18 denúncias. Em Rio Azul, na regional de saúde de Irati, foram quatro casos registrados na ouvidoria do estado. 

Você pode denunciar irregularidades na ordem de vacinação do seu município pelo telefone 0800 041 1113; pelo site www.cge.pr.gov.br, na aba ouvidoria; pelo e-mail [email protected]; pelo Whatsapp (41) 3883-4014; ou ainda pelo formulário disponível no site da controladoria. A denúncia pode ser anônima.

Punição para os fura-filas

A Câmara dos Deputados aprovou ontem uma alteração no código penal que aumenta a pena para quem furar a fila. O projeto prevê que quem infringir a ordem de vacinação  – furar a fila – poderá ser punido com pena de reclusão de um a três anos, além de multa. A pena é aumentada de um terço se o agente falsifica atestado, declaração, certidão ou qualquer documento. Para virar lei, o projeto precisa ser sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Veja mais detalhes na reportagem completa do Tribuna da Massa Ponta Grossa desta sexta-feira (12):