Erasto Gaertner inaugura novo centro de transplantes

Nesta quarta-feira (24) o Erasto Gaertner, referência nacional no atendimento oncológico, inaugurou o Centro de Hematologia e Transplante de Medula Óssea. O espaço de 1,3 mil metros quadrados vai elevar de sete para 25 o número de leitos adultos. Somando com os cinco já instalados no Erastinho, para o público infanto-juvenil, ficam disponíveis 30 leitos para esse serviço.

A reforma teve o apoio do Governo do Paraná e o investimento de R$ 5,5 milhões foi realizado pela Volkswagen, como parte do programa de incentivo fiscal do Paraná. O protocolo, assinado em 2013, prevê a atuação da montadora em dois projetos sociais coordenados pelo Estado anualmente.

“O centro terá um impacto extremamente relevante na saúde do Paraná. Mostra que, com carinho e humanidade, o Sistema Único de Saúde (SUS) dá certo. E reforça o compromisso do Estado de não esquecer das pessoas, de permitir que os paranaenses sejam atendidos mais perto de suas casas, com toda a estrutura disponível”, afirmou o chefe de Gabinete da Secretaria de Estado da Saúde, César Neves. Ele representou o governador Carlos Massa Ratinho Junior e o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, na cerimônia.

Com o novo espaço, a instituição, que ´já é a mais qualificada no atendimento no Estado, se prepara para se transformar, nos próximos meses, na maior unidade de transplante de medula óssea do Brasil. “É envolvimento público e privado dentro de um programa do Governo do Estado em benefício do atendimento SUS no Paraná. Com essa ampliação vamos poder duplicar o número de transplantes. O nosso desafio é, em até 36 meses, fazer deste centro o maior do País”, destacou o superintendente do Hospital Erasto Gaertner, Adriano Lago.

Ele informou, ainda, que a estrutura vai contemplar transplantes autólogos, aqueles em que as próprias células-tronco do indivíduo são usadas; aparentados, em que o doador é um familiar; e não aparentados, em que o doador não é um familiar .

Inovações

Os pacientes internados no novo centro, terão nos quartos e em toda a área, o controle do ar por meio do filtro Hepa (High Efficiency Particulate Arrestance), com alta eficiência na detenção de partículas, o que reduz significativamente o risco de infecções. Isso vai permitir ao paciente sair do leito e trafegar pela unidade com segurança no que se refere aos níveis de pureza do ar.

Investimentos

Esse é o terceiro ano em que o projeto fiscal do Governo do Estado em parceria com a Volkswagen beneficia o complexo Erasto Gaertner. O próximo passo será a obtenção do título de hospital tecnológico, oferecendo totens de atendimento e confirmação de exames por celular.

Colaboração AEN