HU de Ponta Grossa muda protocolos de atendimento

O protocolo é baseado nas orientações da Organização Mundial da Saúde

Por conta do aumento no número de casos de Covid-19 e do esgotamento de leitos de UTI, o Hospital Universitário de Ponta Grossa propôs a adoção do “Protocolo de Alocação de Recursos” da Associação de Medicina Intensiva Brasileira. A medida tira das mãos do profissional de saúde a escolha de pacientes e a coloca sob regras recomendadas internacionalmente.

Assim, os profissionais não precisarão usar critérios subjetivos na decisão de atendimento de pacientes. O protocolo é baseado nas orientações da Organização Mundial da Saúde.

A proposta foi apresentada à Secretaria de Saúde do estado Paraná e também à 3ª Regional de Saúde. Para que seja implementado, o protocolo precisa ser de conhecimento público e passar pela aprovação dos poderes executivo, legislativo e judiciário.

Veja mais detalhes na reportagem do Tribuna da Massa Ponta Grossa desta sexta-feira (12):