No Paraná, 1,8 mil trabalhadores do transporte coletivo foram vacinados

A vacinação contra a covid-19 em cobradores e motoristas do Transporte Coletivo da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) começou nesta semana. Os 19 municípios que compõem o sistema integrado começaram a imunização dos funcionários da rede, que chega a quase 13 mil trabalhadores. A expectativa é concluir a vacinação do grupo em uma semana.

Até esta terça-feira (29), 1.804 trabalhadores do transporte coletivo haviam sido vacinados em todo o Paraná. Fazenda Rio Grande, na RMC, foi o município que mais aplicou nos funcionários da rede no Paraná até o momento, com 277 doses. Curitiba começou o processo de imunização na segunda-feira (28) e já há registros em Foz do Iguaçu, Maringá, Cascavel, Castro, Pato Branco, Pitanga e Itaperuçu.

Os dados são do Vacinômetro do Sistema Único de Saúde, que atualiza em tempo real os resultados fornecidos pelos municípios através da Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS).

Uma das vacinas indicadas para aplicação do grupo é a Janssen, desenvolvida pelo braço farmacêutico do grupo Johnson & Johnson. É a única atualmente disponível que necessita apenas de uma aplicação para a imunização completa. Segundo dados do fabricante, o imunizante apresentou eficácia de 66% para casos moderados e 85% para casos considerados graves. 

Atualmente, a Janssen representa 25,7% dos imunizantes aplicados no grupo. A AstraZeneca/Oxford/Fiocruz responde por 41,4% das doses administradas, a Pfizer/BioNTech, por 30,4%, e a Coronavac (Instituto Butantan/Sinovac), por 2,4%.

Transporte

O Paraná já iniciou a imunização de outros profissionais que trabalham com transporte. Já são mais de 10 mil caminhoneiros imunizados, além de 245 do transporte ferroviário.

Informações da AEN