OMS pede que países repitam EUA e doem vacinas contra Covid-19

GENEBRA (Reuters) – Um plano dos Estados Unidos para compartilhar vacinas contra a Covid-19 com os países mais pobres é um “começo importante”, mas mais doses são necessárias com urgência para cobrir uma lacuna causada por interrupções no fornecimento e atrasos na fabricação na Índia, disse uma autoridade da Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta sexta-feira.

“Estamos vendo um grande comprometimento, o desafio é antecipar esses compromissos para que em junho, julho e agosto forneçamos vacinas às pessoas”, disse Bruce Aylward em uma coletiva de imprensa da ONU, referindo-se a um plano dos EUA de compartilhar em breve 25 milhões de doses.

Ele estimou que as interrupções na exportação de vacinas indianas e os atrasos em colocar outras vacinas à disposição significam que o programa de compartilhamento Covax tem uma lacuna de cerca de 200 milhões de doses.

(Reportagem de Emma Farge e Stephanie Nebehay)