Paraná acata decisão e planeja vacinar população geral de 18 a 59 anos

O Paraná vai seguir a nova recomendação do Ministério da Saúde e deve começar a vacinar a população geral contra a covid-19 assim que aplicar as doses previstas nas pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas. A pasta federal divulgou nesta sexta-feira (28) que iniciará a vacinação geral por ordem decrescente de idade, dos 59 aos 18 anos, e enviará as doses aos estados de forma escalonada para atender esse público, juntamente com os grupos prioritários definidos no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19.

A Secretaria da Saúde explicou o Paraná segue as diretrizes do Plano Nacional de Imunizações (PNI), mas aguarda a pauta com as orientações sobre os procedimentos para atender o público geral, o que deve vir em formato de nota técnica. Segundo o PNI, o Paraná conta com 8.820.544 pessoas vacináveis, considerando a população com mais de 18 anos. O Estado vacinou até esta sexta-feira (28) 2,4 milhões com a primeira dose e 1,1 milhão as duas doses.

O Ministério também o orienta os estados a iniciarem a imunização de profissionais da educação, público que já é atendido pelo Paraná desde o começo do mês.

Também já foi imunizada grande parte dos profissionais da saúde, indígenas, pessoas com deficiência, idosos institucionalizados e pessoas com 60 anos ou mais. Neste momento, estão sendo atendidas as pessoas com comorbidades, gestantes, puérperas, as forças de segurança e salvamento e as Forças Armadas. O Estado também iniciou nesta sexta-feira (28) a vacinação dos trabalhadores portuários.

As novas recomendações foram pactuadas na Comissão Intergestores Tripartite (CIT), realizada nesta quinta-feira (27), com representantes do Ministério da Saúde, estados e municípios. As orientações também estão em uma nota técnica do PNI.

Informações da Agência Estadual de Notícias