UPA de Ponta Grossa fecha por falta de leitos

Os pacientes excedentes estão sendo acomodados de forma provisória em macas

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Santa Paula, em Ponta Grossa, precisou fechar as portas temporariamente na noite desta quarta-feira (10) porque todos os leitos se esgotaram.

Essa situação aconteceu pelo aumento constante no número de pacientes com sintomas respiratórios que procuram atendimento na UPA. Há relatos de pacientes que estão há mais de uma semana aguardando vagas em leitos de UTI, e permanecem na UPA porque não conseguem transferência.

A Prefeitura do município informou em nota que a UPA segue fechada e que os pacientes são direcionados para as unidades de saúde com atendimento exclusivo para pessoas que estão sob suspeita ou confirmadas com Covid-19.

A UPA do Santa Paula conta com 20 leitos e o último registro, repassado pela Fundação Municipal de Saúde, apontou que havia 40 pacientes no local. Os pacientes excedentes estão sendo acomodados de forma provisória em macas até que se tenha transferência pela Central de Leitos, que é um serviço administrado pelo governo do Paraná.

Alguns pacientes precisaram ser entubados na própria UPA e permanecem no local aguardando transferência.

O Hospital Universitário de Ponta Grossa, referência para atendimento de Covid-19 em todo o estado, está com 100% das UTIs lotadas há quase um mês e a situação nos outros hospitais da cidade é parecida.

Veja mais detalhes na reportagem do Tribuna da Massa Ponta Grossa desta quinta-feira (11):