Você poderá alterar sua localização a qualquer momento clicando aqui.
Ocultar   |   Alterar cidade
Você está vendo conteúdo de Curitiba e região.
Ocultar   |   Alterar cidade

Bariloche tem redução de 21% no valor da acomodação e mais opções de aéreos

(Foto: Divulgação) - Bariloche tem redução de 21% na acomodação e mais opções de aéreos
(Foto: Divulgação)

Bariloche prepara-se para ser mais “Brasilloche” do que nunca, principalmente por uma série de vantagens atrativas para os turistas.  Com a extinção do imposto de hospedagem para turistas estrangeiros, os brasileiros irão economizar 21% em hotelaria.

Além disso, a LATAM confirmou voos diretos de San Pablo a Bariloche às sextas, sábados e domingos, no mês de julho, e sábados e domingos, em agosto. A Azul Linhas Aéreas também terá voos diretos de Campinas aos sábados, em julho e agosto. E mais: as Aerolineas Argentinas também disponibilizarão voos de diferentes cidades brasileiras para Bariloche, com conexões em Buenos Aires. Os brasileiros podem se preparar, pois antes do dia 9 de julho haverá uma série de promoções e mais uma série de benefícios.

Depois de um excelente verão, quando recebeu mais de 290 mil turistas, Bariloche se prepara para mais um desafio neste inverno: superar o número de brasileiros que escolhem a cidade como seu destino de férias. “Devemos superar o ano que passou, registrando um acréscimo de 10%, recebendo assim mais de 30 mil turistas somente do Brasil”, antecipa Leo Tiberi, diretor de Turismo do Ente Mito de Promoções Turísticas (EMPROTUR).

Se não bastassem a comodidade oferecida pelas companhias aéreas e a redução nos gastos com hospedagem, algumas inaugurações estão previstas para a nova temporada. Para promover o encontro entre os visitantes de diferentes lugares do mundo, há uma nova passarela na cidade que reúne lojas para compras e bons restaurantes.  Para os fãs de esqui, haverá novas pistas e mais opções de chocolaterias e cervejas artesanais, iguarias já famosas na região.

A temporada de inverno começa oficialmente no final de semana de 9 de julho, dia da independência da Argentina. Mas, como a neve costuma chegar mais cedo, como acontece em todos os anos, os teleféricos com destino às montanhas já estarão abertos para os turistas. A diária para quem deseja esquiar será de $ 1.500, no máximo, cerca de R$ 300. Porém, lembra Tiberi, há opções de pacotes com acesso a três dias, uma semana, além de meio dia para as crianças, caso desejarem.

O mesmo acontece com os equipamentos para esquiar ou para praticar o snowboard. Há opções para quem quer um dia completo ou passes para três ou mais dias. O custo médio desta diária é de R$ 100. Aulas em grupo saem R$ 200 por pessoa. Já as aulas diárias para as crianças custam, em média, R$ 300.

Vale reforçar que é possível realizar as transações em Bariloche usando a moeda brasileira. Inclusive, alguns restaurantes e comércios locais dão desconto para pagamentos em moeda estrangeira – dólares também são bem aceitos. Para o Vale lembrar que um real vale 5 pesos.

Mais Informações: www.barilocheturismo.gob.ar

Flickr: https://www.flickr.com/photos/emproturbariloche/sets/72157644710343968/

Facebook: https://www.facebook.com/barilocheeuqueroestarai/?fref=ts