“Homem-Aranha” mantém domínio nas bilheterias e supera US$600 mi nos EUA

Por Rebecca Rubin

LOS ANGELES (Variety.com) – Mais um fim de semana, mais uma vitória de “Homem-Aranha: Sem Volta Para a Casa” nas bilheterias dos cinemas.

A sequência do filme baseado em histórias em quadrinhos, estrelando Tom Holland como o lançador de teias amigo da vizinhança, ficou em primeiro lugar nas bilheterias dos Estados Unidos pelo terceiro fim de semana seguido.

“Sem Volta Para a Casa” arrecadou 52,7 milhões na semana do Ano Novo nos Estados Unidos, elevando a arrecadação no país para 609 milhões de dólares.

Nenhum outro blockbuster conseguiu chegar perto da mesma magnitude nas bilheterias, ao menos nos EUA e no Canadá. Depois de “Homem-Aranha: Sem Volta Para a Casa”, a segunda maior arrecadação em tempos de Covid-19 é “Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis”, da Disney e da Marvel, que arrecadou 224 milhões de dólares no mesmo mercado.

Sem qualquer competição até o lançamento de “Pânico 5”, o quinto episódio da sequência de horror da Paramount, em 14 de janeiro, o herói adolescente de Holland vai continuar arrecadando dinheiro.

Para aqueles que não são fãs de super-heróis ou que já viram “Homem-Aranha” nos cinemas mais de uma vez, a animação musical da Universal e Illumination “Sing 2” teve outro fim de semana relativamente forte.

O filme, que conta com vozes de estrelas como Matthew McConaughey, Reese Witherspoon, Scarlett Johansson e mais, arrecadou 19,6 milhões de dólares entre sexta-feira e domingo, apenas 12% abaixo de sua estreia.

Desde que estreou antes do Natal, o bem-avaliado “Sing 2” arrecadou 89,6 milhões de dólares, um valor impressionante para tempos pandêmicos. Para ilustrar como os filmes que não são de super-heróis ainda estão enfrentando dificuldades, o primeiro “Sing”, de 2016, vendeu muito mais ingressos, superando 270 milhões de dólares nos EUA e 634 milhões internacionalmente.

“King’s Man: A Origem”, da Disney e da 20th Century, parte do universo cinematográfico de “Kingsmen”, ficou em terceiro lugar no fim de semana com 4,5 milhões de dólares. O valor é apenas 24% menor que no fim de semana de estreia, mas as vendas não foram tão bem desde o começo. Até agora, a comédia de espiões obteve 19,5 milhões de dólares nas bilheterias dos EUA. Internacionalmente, “King’s Man: A Origem” arrecadou 14,1 milhões de dólares em 22 mercados, impulsionando a receita global para US$47,8 milhões.