Nego do Borel é indiciado por violência doméstica contra ex-namorada

O cantor Nego do Borel foi indiciado pelo crime de lesão corporal no âmbito da violência doméstica contra uma de suas ex-namoradas, a assessora de imprensa Swellen Sauer. Segundo investigações concluídas na terça-feira (20), a jovem teria sofrido uma série de violências por parte do artista, assim como outra ex-companheira dele, a atriz Duda Reis.

A decisão foi da delegada Giselle do Espírito Santo, titular da Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM), de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. Segundo ela, o inquérito foi instaurado para apurar os fatos divulgados por Duda Reis em suas redes sociais, em janeiro deste ano. Na ocasião, a jovem acusou o cantor de agressões físicas, estupro de vulnerável, ameaça, injúria, lesão corporal e alegou que teria contraído HPV por conta das traições recorrentes do artista.

Logo após o caso, Swellen Sauer também recorreu às redes sociais para denunciar Nego do Borel. Ela disse ter recebido um soco na costela em uma boate na época em que namoravam, além de uma tentativa de enforcamento com um carregador de celular. Além das vítimas, testemunhas dos casos também foram ouvidas na DEAM.

As informações são do SBT News.